30 de mar de 2012

Eu, na Quimiolândia!

O meu tratamento é feito no Hospital-Dia de tratamento de câncer daqui de Heidelberg, e que eu carinhosamente chamo de Quimiolândia.
O tratamento é dividido em sessões, com intervalos de três semanas.
Semana passada eu fui para ringue lutar contra meu inimigo, ou seja, tive minha primeira sessão de quimioterapia na Quimiolândia.

Antes de entrar no ringue, eu me preparei para a luta.
Me alimentei bem, fui em uma esteticista para um tratamento facial relaxante, comprei roupinha e bolsa nova, namorei muito meu marido, conversei com amigas, enviei emails e fotos para a família no Brasil, ganhei presentes, pintei as unhas de jaboticaba (para fortalecer as unhas e a auto estima), aproveitei os dias ensolarados aqui, e, caminhei todos os dias.
Isto não é nenhuma receita, mas fiz o que me deu vontade de fazer.

No dia de luta, estava ansiosa e nervosa, não sabia quais seriam minha reações durante e pós quimo. O maridón me acompanhou do inicio ao fim.
Os dias subsequentes à primeira luta, foram de muita observação, tomei medicamentos preventivos de náuseas e vômitos. Tomei os cuidados necessários com a pele. Tomei muita água, chá e continuei me alimentando bem.
Não tive nenhum sintoma ruim após a quimioterapia. Já me disseram que os sintomas começam aparecer a partir da segunda sessão.
De qualquer forma eu vou continuar me cuidando e me preparando a segunda luta. Meu inimigo é forte e sorrateiro, por isso não posso me descuidar.
E vamos que vamos...

28 de mar de 2012

Lula, 5 meses depois...

E já tá até de bigode, cabelinho nascendo, vida, esperança após 5 meses de tratamento contra o câncer!
É isso aí Lula, chore, ria, porque a vida é bonita, é bonita e é bonita!

27 de mar de 2012

Em Macapá tem...

Na feira
Tucupi e cupuaçú, melância e jambú.
No quintal do Cafu e Sandra (irmão e cunhada):
Noni e um mamoeiro carregado
E uma pupunha maravilhosa para comer no final da tarde na companhia da família e amig@s 

25 de mar de 2012

Tocando em Frente - Almir Sater

Acho linda a letra dessa música, e muito apropriada neste momento, por isso compartilho aqui.

Tocando em Frente - Almir Sater
Ando devagar
Porque já tive pressa
E levo esse sorriso
Porque já chorei demais

Hoje me sinto mais forte,
Mais feliz, quem sabe
Só levo a certeza
De que muito pouco sei,
Ou nada sei

Conhecer as manhas
E as manhãs
O sabor das massas
E das maçãs

É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir

Penso que cumprir a vida
Seja simplesmente
Compreender a marcha
E ir tocando em frente

Como um velho boiadeiro
Levando a boiada
Eu vou tocando os dias
Pela longa estrada, eu vou
Estrada eu sou

Todo mundo ama um dia,
Todo mundo chora
Um dia a gente chega
E no outro vai embora

Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz
E ser feliz

24 de mar de 2012

Celebridades com cabelos curtinhos

Adriana Horta





Suzi Rêgo


Será que cabelos curtinhos está na moda?
Eu tô curtindo muito o meu curtinho, e cresce rápido viu?

21 de mar de 2012

Um dia eu aprendo a fazer tortilha espanhola

Sabe quando você tá mal acostumada porque tem alguém (maridón) que prepara todos os dias suas refeições, e no dia que essa pessoa não prepara, e você tem que fazer isso sozinha... pois é...

Agora pense em uma mulher cheia de pavulagens, com desejos gastronômicos frequentes, não muito prendada na cozinha e com uma certa preguicinha...
Essa mulher sou eu mesma. Arregacei as mangas e decidi cortar as batatas.
Decidi preparar para meu almoço uma imitação de tortilha espanhola.

Nem me dei ao luxo de procurar no google. Usei a criatividade, os ingredientes à mão e a saudosa lembrança da tortilha que comi em Barcelona em 2010.
Gente o trem ficou bom!
Uma fome é tudo na vida.

Fiz assim:
Cortei duas batatas pequenas em fatias, coloquei na frigideira, e cobri com água, alho batido, um colher pequena de caldo de galinha em pó, ervas finas, um tequinho de sal. Tampei a frigideira
Quando estava quase seco, acrescentei arroz, milho, azeitona e tomate seco picado. Tampei.
Aí bati um ovo com um tequinho de sal e óregano e joguei por cima das batatas. Tampei.
Quando estava quase bom, salpiquei queijo ralado e cheiro verde, apaguei o fogo e deixei a frigideira tampada por uns 2 minutos para o queijo derreter.
Só faltou banana. Adoro comer ovo com banana.

Quando estava quase no fim lembrei de bater a foto para vocês.
E para quem tiver fazendo plano de redução calórica, aconselho não colocar arroz.
No meu caso, eu só coloquei arroz, porque já tinha uma sobra, além disso tenho que aproveitar que tenho fome e vontade de comer.
Nome do prato: Tortilha a La Ro.

19 de mar de 2012

Um pouco das flores aqui em casa

Boa semana!

17 de mar de 2012

A solidariedade está no ar

Tenho recebido muito apoio e carinho de muita gente. Solidariedade manifestada nas mais diversas formas, como orações, mensagens e palavras amigas.

Desde a descoberta do câncer no dia 17 de fevereiro, eu recebi muitas flores, visitas, cartões, mensagens, emails, telefonemas... dos quatro cantos do mundo. Eu não tinha a menor idéia o quanto era querida. Porque eu também sou muito antipática também.
Mas acho que o câncer provoca compaixão entre as pessoas.

Eu também já recebi muitos presentes, nunca recebi tantos presentes sem ser meu aniversário como agora. Já ganhei flores (muitas), livros, filme, cds, almofada para ler, colar, vela, comidinhas: pão, chocolates, frutas, iogurte, chá, empadão de frango. Até o novo visual no cabelo foi presente.

Sem contar que várias pessoas, de diferentes nacionalidades, se ofereceram para limpar minha casa, fazer as compras, fazer companhia, preparar minha comida. Tudo isso é incrível!

Agradeço à todas as pessoas por esse imenso carinho e torcida para que eu vença esse invasor, esse inimigo silencioso e cruel que se apossou do meu corpo sem me avisar com antecedência.
Pô, podia pelo menos ter twitado, ou colocado no facebook, ou aqui na minha pavulagem, não é mesmo?

Se eu vivo com o inimigo, pelo menos a solidariedade está no ar, nos quatro cantos do mundo e isso me deixa muito feliz.
Bom final de semana!

14 de mar de 2012

O cabelo da Letícia Persiles

 Eu nunca tinha escutado falar sobre essa atriz, mas achei super fofo o corte de cabelo dela.


Eu achei que ela tem um Q de Angelina Jolie, vocês não acham?

12 de mar de 2012

Uma nutricionista brasileira e a comida de Hospital na Alemanha

Foram 12 dias que fiquei no hospital.
Observar a minha dieta foi um processo interessante e chocante, já que sou nutricionista, e porque também trabalhei em um hospital durante 6 anos. O que eu vivenciei aqui foi totalmente diferente do que eu fazia quando trabalhei na área hospitalar.
Existem muitas diferenças entre Brasil e Alemanha em termos de dieta hospitalar e da atuação da nutricionista nesta área.
Durante minha temporada no hospital, nunca recebi a visita de nutricionista. A profissional que mandava e desmandava na minha dieta era a enfermeira.
A minha dieta:
Eu recebia 3 refeições ao dia, desjejum, almoço e jantar.
Nos primeiros dias eu fiquei no pão, chá e sopinha. Depois foi evoluindo... acrescentaram queijo no pão, depois pepino fresco, pepino em conserva, patê, salsicha, geléia, creme de queijo, macarrão, carne, iogurte, alface, pimentão.
Frutas não era permitido. Suco só 2 dedinhos diluídos em um copão cheio de água.
Infelizmente não fiz muitas fotos da comida que recebia, mas aqui vão alguns exemplos. Eu não tinha muito apetite, e na maioria das vezes só comia 1/3 do que me era oferecido.
Para ver todas as fotos é só clicar em cima da tabela e voilá



11 de mar de 2012

Horóscopo das Flores

ÍRIS é a flôr de quem nasceu entre 8/11 a 12/12, como a Jozi.
Na Atlântida, essa flor era o símbolo do trabalho e da dedicação.   As pessoas nascidas sob o signo de Íris tendem a ser esforçadas e podem se sair muito bem em cargos de liderança, pois sabem exercer o poder sem resvalar para o autoritarismo. Dotadas de uma intuição apurada e de uma inteligência aguda, são capazes de captar as verdades que se ocultam muito além das aparências. Persuasivas, quase sempre convencem os outros a fazerem exatamente aquilo que elas querem. Embora pareçam acessíveis e extrovertidas, sabem guardar muito bem os próprios sentimentos e desejos. Têm horror a conflitos e sempre optam pelo caminho do entendimento e da conciliação.


ORQUÍDEA é a flôr de quem nasceu entre 24/6 a 11/7  como a Camille
A orquídea é uma planta que depende das outras para sobreviver,  pois suas raízes não se prendem ao solo. Mesmo assim, ela consegue manter sua independência e é dotada de beleza exuberante. As pessoas que nascem sob o signo de Orquídea lutam para ser livres e para viverem com independência e autonomia. Mas, para alcançarem seus objetivos, precisam perder o medo da solidão e não devem se preocupar tanto com as opiniões dos outros. Apreciam o luxo, o conforto e a harmonia. Podem enriquecer com um golpe de sorte e tendem a ser muito favorecidas pelo destino.



FLÔR DE MARACUJÁ para quem nasceu entre 1/6 a 23/6 , como a Elaine.
Para os atlantes, essa flor é o símbolo da dualidade da natureza. As pessoas que nascem sob o signo de Flor-de-Maracujá podem ser bastante duais. Às vezes, aparentam uma determinada coisa, embora tenham uma essência absolutamente oposta. São falantes e decididas, mas às vezes se retraem e deixam de agir porque receiam errar. Podem encontrar a felicidade quando conseguem estabelecer um ponto de equilíbrio entre as energias opostas que agem em sua personalidade.

VIOLETA é a flôr de quem nasceu entre  22/3 a 20/4 , como a Veneide.
A delicadeza é a principal qualidade associada a essa flor. Por isso, as pessoas que nascem sob o signo de Violeta são discretas, adaptam-se a quaisquer circunstâncias e gostam de ajudar os outros, sem jamais esperar recompensas. Podem ter aparência vulnerável, mas possuem força de vontade férrea e grande firmeza de espírito. Não toleram mentiras, traições, demonstrações de egoísmo ou ambição excessiva.


Horóscopo das Flores - Mandrágora

MANDRÁGORA - para quem nasceu entre 13/12 a 5/1, como eu.
Símbolo da magia, essa flor tem uma forma que lembra a silhueta de um corpo humano. 
É fonte de uma substância capaz de induzir a transes hipnóticos, ou estados alterados de consciência, muito úteis à prática de magia. 
As pessoas que nascem sob o signo de Mandrágora são espiritualmente elevadas e estão sempre em busca do sentido mais profundo da vida e da existência. 
Não gostam da rotina, do senso comum, da mediocridade. 
Têm uma natureza intensa e apaixonada, ainda que aparentem uma certa frieza e façam questão de impor algum distanciamento às pessoas em geral. 
É preciso conhecê-las bem para saber lhes dar o devido valor.
Recebi por email, quem quiser saber qual é a sua flor me avisa.

9 de mar de 2012

A entrevista de Gianecchini


Eu sempre achei Reynaldo Gianecchini bonito, mas nunca fui fã dele.
Hoje, depois de recomendações latentes eu li a entrevista completa dele.
Acho que muita gente já leu, mas para quem não leu e tá afim de ler... é só clicar aqui.

Metendo o bedelho sem ser convidada:
- Achei ele muito bonito careca, mas ele é tão bonito, que fica bom de qualquer jeito mesmo.
- Achei contraditório e não gostei do que ele falou sobre: mulher se apega, e que a mulherada perdeu um pouco o rumo. Não é porque ele tem câncer que eu tenho que concordar com tudo,  não é mesmo?
- Me identifiquei e gostei demais das frases:
 Eu super me aceitei.
Decidi viver o presente, que é maravilhoso, sem passado e futuro.
- No mais... gostei da entrevista, achei ele muito corajoso, e, encorajador pra quem está no mesmo barco.
Torço muito pela recuperação completa dele também.

Atualizando (11.03.2012 às 19hs) com o vídeo da entrevista dele no JH. Dessa vez sem comentários.
Para ver o vídeo é só clicar aqui

8 de mar de 2012

Mulheres corajosas que me inspiram

Feliz dia da mulher para todas nós!
E não esqueçam de se cuidarem, fisicamente, espiritualmente e emocionalmente.
Tenha um ótimo dia hoje e todos os dias!

6 de mar de 2012

A mensagem do Padre Tiago

Padre Tiago não é brasileiro, mas mora em Pernambuco, além de padre é um lutador pelos direitos humanos.
Achei linda a mensagem que ele nos enviou e por isso compartilho aqui.

Meu Caro Amigo, Flavio:
A vida nos surpreende e, às vezes, de uma maneira que a gente não esperava.
Obrigado por ter compartilhado a notícia sobre a situação da saúde da Ro.
Tenha certeza que Ro está nos meus pedidos a Deus ... e nos meus pensamentos.
A gente tem pensa-momentos quando é jogado contra o "muro da vida", "o mistério da vida" ... passa por cima, por baixo, pelo lado - ou fica?
O mistério da vida ... o segredo da vida: ser jovem, ser velho ... mas o importante é ... ser.
Ser - como em ser-viço, ser-vir ... na relação, no compromisso ...
Já passei por um bocado diante do "muro": um acidente quase mortífero; uma doença que me exigiu muita paciência, disciplina para superar; ameaças que queriam tirar minha vontade de ser-vir, de ser-viço ... e, Amazing Grace! ... aqui ainda estou!
Caros Amigos, Flávio e Ro: aproveitem deste tempo diante do "segredo"
- é sagrado ... e em tudo, não percam o "sense of humour"!
Um forte abraço!
Tiago

5 de mar de 2012

Desapego e novo visual

"Desapossesse-se ou loucomplete-se" Paulo Leminski
Exercitando o desapego ao cabelão, pedi para Letícia Barbosa que usasse suas mãos mágicas e mandasse ver na cabeleira.
Eu falei pra ela, quero algo prático, que não me dê trabalho, batido na nuca e que me deixa linda.
Não fechei os olhos, 
Não guardei um fiozinho, 
Não tive dó.

Ficou assim:

Eu adorei o novo visual!

Interagindo:
Mais uma de visual novo e curto, clique aqui

3 de mar de 2012

Câncer de ovário: a descoberta

Quero agradecer vocês por todas as mensagens de apoio e carinho que me foram enviadas diretamente e para o Flavio também. Todo esse carinho nos fortalece muito.
Imagino como vocês ficaram assustados com a notícia ruim da noite para o dia, nós também. Tudo foi muito rápido. Vou explicar bem rapidamente para quem ainda não sabe:
Em janeiro fui a minha ginecologista para o exame de rotina, quando ela identificou por meio da ultra som intra vaginal um tecido anormal no meu ovário, o tecido era bem grande.
Ela me explicou bem direitinho todos os possíveis diagnósticos, benignos e malignos. Mas tudo só seria diagnosticado por meio de cirurgia.
Imediatamente fui encaminhada para o o hospital feminino de Heidelberg que é da universidade, e um centro de excelência para tratamento de câncer.
Fiz muitos exames, o blá blá blá era sempre o mesmo, não se sabiam o que eu tinha, especialmente porque eu não tinha nenhuma dor e nem sangramento.
Todas as possibilidades foram indicadas (boas e ruins), e eu, não acreditei nem por um dia, que eu tinha algo maligno. Eu achava tudo um exagero e pessimismo por parte dos médicos alemães.
Durante as 3 semanas que seguiram até a cirurgia eu levei minha vida normal, e sequer procurei no google sobre o assunto.
Eu só tive medo 10 minutos antes de entrar na sala de cirurgia.

Aqui, os médicos não usam de meias palavras, logo após passar o efeito da anestesia, fui informada do diagnóstico.
No inicio eu não acreditei, eu falei várias vezes para os médicos e enfermeiras, que eu tinha entrado no hospital saudável e ia sair doente.
E todas as vezes eles me explicaram que eu tinha sim entrado doente, mas eu não sabia, porque não tinha nenhum sintoma e que não ter sintoma era normal.

Com o passar dos dias, com ajuda da enfermagem e psicóloga fui aceitando o câncer e buscando forças para combater esta doença inicialmente silenciosa.
O apoio que recebi da família, de amigas e amigos também me ajudaram muito.
Enfim, é isso.
Agora é ir vivendo, um dia de cada vez, e ir vencendo etapas. A primeira eu já venci, sair da semi-intensiva (foram 9 dias), fui para enfermaria normal (3 dias), e agora estou em casa me recuperando da cirurgia e me preparando para o tratamento que ainda não foi definido como será.
Tô confiante no tratamento dos médicos aqui.