12 de mar de 2012

Uma nutricionista brasileira e a comida de Hospital na Alemanha

Foram 12 dias que fiquei no hospital.
Observar a minha dieta foi um processo interessante e chocante, já que sou nutricionista, e porque também trabalhei em um hospital durante 6 anos. O que eu vivenciei aqui foi totalmente diferente do que eu fazia quando trabalhei na área hospitalar.
Existem muitas diferenças entre Brasil e Alemanha em termos de dieta hospitalar e da atuação da nutricionista nesta área.
Durante minha temporada no hospital, nunca recebi a visita de nutricionista. A profissional que mandava e desmandava na minha dieta era a enfermeira.
A minha dieta:
Eu recebia 3 refeições ao dia, desjejum, almoço e jantar.
Nos primeiros dias eu fiquei no pão, chá e sopinha. Depois foi evoluindo... acrescentaram queijo no pão, depois pepino fresco, pepino em conserva, patê, salsicha, geléia, creme de queijo, macarrão, carne, iogurte, alface, pimentão.
Frutas não era permitido. Suco só 2 dedinhos diluídos em um copão cheio de água.
Infelizmente não fiz muitas fotos da comida que recebia, mas aqui vão alguns exemplos. Eu não tinha muito apetite, e na maioria das vezes só comia 1/3 do que me era oferecido.
Para ver todas as fotos é só clicar em cima da tabela e voilá



10 Comente aqui:

Elaine Pasquim disse...

Q comida esquisita!!
Como é q tem apetite assim??

Fabiany Oliveira disse...

Nossa, olhando assim parece estranho! Aparentemente, o prato mais apresentável é o do macarrão, o restante...arg! rsrsrs
Prima, torço pela sua recuperação, acredite em Deus que tudo dará certo.
Bjusssssssssssssssss e até a próxima postagem.

Carla disse...

Olhando as fotos, lembrei muito de quando ainda estudande em HD eu trabalhei na cozinha de um hospital(SALEM). Nao mudou nada, viu?! Mas confesso que deu água na boca quando vi os Vollkornbrötchen!!!! :-)

Gislene Lima disse...

e então Roseane, o que você das restrições que colocam para as frutas frescas??????????
Atée hoje também não entendo. Aliás, tudo que é fresco, precisa lavar e cortar faz mal!!!!!!! por que?
Mas se for fruta enlatada aí tudo bem..... Pode?
E no jantar dos hospitais... nada de uma sopinho quente, ao contrário é pão com frios e pepino em conserva. Nem uma cebolinha verde fresca cortada fininha para acompanhar no pão tem, por que será???????????? A resposta a geente já tem faz teempo, não é mesmo? beijos e cuide-se bem comendo sua comidinha

Alcilene disse...

Também não entendi a questão das frutas. Saúde pra vc, amiga. Força e Fé

Luma Rosa disse...

Quem está doente, fica mais doente ainda olhando essa comida! Tem razão em não ter tido apetite!
Boa semana! Beijus,

Eu, sem clone disse...

Oi Ro. Soube esta manhã pela Alcilene. Fiquei triste, não nego. Não sabia que você estava enfrentando esse inimigo invasor silencioso. Um intruso que qualquer um de nós está sujeito. Mas, graças a Deus, você está superando. Acredito no tratamento aí na Alemanha. E acredito na sua coragem e juventude. beijos

Camille disse...

Imagino que situaçao voce, nutricionista recebendo essas gororobas tao feiosas para comer. Eu tb perderia o apetite. E olha que eu adoro macarrao. mas poxa....
Taí um emprego legal na Alemanha ne? Nutricionista de hospital. Voce teria condiçoies de arrumar um visto de trabalho ai? Claro, depois da tua recuperação, por que o lance agora é diversao e descanso, imagino eu.
Um beijao e bom final de semana!
Cam

Delzi disse...

Oi Rô, eu soube através da Jônia no dia 12/03, na reunião da Comissão Especial em BSB, sobre o drama que vc está passando. Desejo a vc mta força, luz e coragem para superar mais esse desafio! Tenho certeza que vc sairá dessa mais fortalecida e curada! Tenha fé em DEUS, pois a fé é a tradução em realidade dos nossos pensamentos, desejos e vontade! Bjs estendidos ao Flávio.

Celia disse...

Realmente amiga, nao podia da muita vontade de comer.