31 de jan de 2015

Macarrão super prático

Vi esta receita receita no facebook e resolvi testar.
Fiz algumas adaptações e deu certo.

Comprei 1/2 pacote macarrão ¨ninho¨ como dizia a receita original. Esse pacote continha 6 ninhos.
Coloquei molho de tomate no pirex retangular, tamanho perfeito para os 6 ninhos.
E dentro dos ninhos pedacinhos de parmesão.

Como eu tinha carne moída pronta, resolvi aproveitar e colocar nos ninhos.
Acrescentei uma colher de creme de queijo temperado, a receita original era com requeijão, mas eu não tinha.
Depois mais queijo parmesão e emmental ralado.
Acrescentei 750 ml de caldo de legumes e cobri com papel alumínio.

Coloquei no forno a 180 graus por 40 minutos e voilà, estava pronto o macarrão super prático de forno!


22 de jan de 2015

A cadeira vazia

Ano passado quando fui fazer minha última sessão de quimioterapia, senti um vazio lá. Havia mais lugares disponíveis, geralmente a clínica está lotada.
Fiquei pensando com meus botões, onde estavam as pessoas, será que teriam tido alta? Será que não puderam comparecer naquele dia por alguma razão? Ou já teriam partido deste mundo?
Sabe lá....

10 de jan de 2015

Educação Nutricional no Hospital

Tirando do baú, encontrei essas fotos do tempo em que trabalhei no Hospital da Criança e do Adolescente em Macapá.
Acho que foi em 1998, nesta época o hospital era pequeno, talvez tivesse em torno de 70 leitos, não lembro ao certo.

O Hospital fornecia 6 refeições por dia, e como era terceirizado, uma nutricionista fazia a supervisão do preparo das refeições. Nós éramos duas nutricionistas e fazíamos o acompanhamento nutricional de pacientes internados nos hospital.

Nesta época, havia uma equipe multi e interdisciplinar muito boa. Com apoio da psicologia, terapia ocupacional, enfermagem, fisioterapia e as medicas(os), conseguíamos fazer algumas atividades de educação nutricional.

Uma das atividades foi conversar sobre alimentação saudável usando grupos de alimentos, alimentos de verdade.


A conversa era interativa, crianças, adolescentes e acompanhantes participavam do delicioso bate papo.


Eu gostava muito desse trabalho, lembro de ter feito conversas sobre amamentação, a alimentação servida no hospital, como deveria ser refeitório para acompanhantes, entre outras.

Foi uma atividade muito enriquecedora também, aprendia com pacientes e acompanhantes a falar a língua delas e assim repassar meus conhecimentos de uma forma simples e lúdica e assim contribuir para escolhas alimentares saudáveis.

8 de jan de 2015

Vibrações Positivas para 2015

Eu li em uma revista ano passado e resolvi transformar as dicas para viver melhor em vibrações positivas para 2015, mas na verdade serve para a vida toda.

1- Pare de se comparar com os outros. É melhor pensar e procurar caminhos que possam melhorar a vida invés de ficar se comparando com outras pessoas.

2- Ajudar o próximo/próxima. Pode ser um animal também.

3- Faça um curso de arte, língua estrangeira, artesanato ou de culinária. Ocupe a sua mente com algo que te faz bem.

4- Cante, dance, isso faz bem para o corpo e alma.

5- Foque no momento presente. O que passou, passou e não volta. O futuro não existe.

6- Planeje alguma coisa e tente realizar. Pode ser uma viagem, um curso, uma refeição especial com alguém especial.

7- Pare de reclamar. Especialmente para outras pessoas, afinal a responsabilidade pela sua maneira de viver e suas escolhas é sua e não das outras pessoas. 

Alguma outra dica?