31 de jul de 2012

Velha e Louca

Amei essa música da Mallu Magalhães.
A letra é super...tudo haver comigo.

Velha e Louca - Mallu Magalhães

Pode falar que eu não ligo,
Agora, amigo,
Eu tô em outra,
Eu tô ficando velha,
Eu tô ficando louca.
Pode avisar qu'eu não vou,
Oh oh oh...
Eu tô na estrada,
Eu nunca sei da hora,
Eu nunca sei de nada.
Nem vem tirar
Meu riso frouxo com algum conselho
Que hoje eu passei batom vermelho,
Eu tenho tido a alegria como dom
Em cada canto eu vejo o lado bom.
Pode falar qu'eu nem ligo,
Agora eu sigo
O meu nariz,
Respiro fundo e canto
Mesmo que um tanto rouca.
Pode falar, não importa
O que tenho de torta,
Eu tenho de feliz,
Eu vou cambaleando
De perna bamba e solta.
Nem vem tirar
Meu riso frouxo com algum conselho
Que hoje eu passei batom vermelho,
Eu tenho tido a alegria como dom
Em cada canto eu vejo o lado bom.
Nem vem tirar
Meu riso frouxo com algum conselho
Que hoje eu passei batom vermelho,
Eu tenho tido a alegria como dom
Em cada canto eu vejo o lado bom.


28 de jul de 2012

Visitando o Castelo de Heidelberg

Ontem fez um dia lindo aqui, com céu bem azul e temperatura de 34ºC. Adoro!
Aproveitei que minha sobrinha está de férias aqui e fomos visitar o imponente Castelo de Heidelberg.
Compartilho algumas fotos.

E quem quiser saber mais sobre esse Castelo de arquitetura medieval, é só visitar este link aqui:

Bom final de semana!

26 de jul de 2012

Eu na 4ª sessão de quimoterapia!

Aqui uma fotinha minha durante a 4ª sessão de quimoterapia.
Em cima da mesa o livro da Alice no País das Maravilhas, já li, reli e levo todas as vezes que vou para a Quimiolândia, sou super fã da Alice!

23 de jul de 2012

Eu não sei fazer drama

Na vida todo mundo tem problema. Eu tenho, você tem, outra pessoa tem também! O meu problema não é maior que o seu, e nem o seu maior que o meu. Apenas enfrentamos de maneira diferentes. Mas...
O câncer não é o drama da minha vida! Será que é porque eu não assisto novelas?

Muitas pessoas que me visitam ou que me encontram na rua ficam admiradas e falam como eu estou bem.
Apesar do câncer e do tratamento quimiotérapico,
 acho normal está bem.
Talvez as pessoas pensem que quem tem câncer já esteja no último estágio de vida, ou muito mal, ou acabada/caquética e/ou prostadas no fundo de uma cama.


Deve ter gente assim também, mas muitas pessoas que eu vejo na Quimiolândia
, estão como eu. Andando normalmente, algumas talvez mais magras ou mais gordas, com anemia, sem cabelo, mas estão lá rindo, nunca vi ninguém chorando ou fazendo escândalo.  Tem gente que até fica sozinha recebendo quimioterapia.

O Flavio sempre me acompanha, eu fico na Quimiolândia em torno de 9 a 10 horas. 
Nós jogamos paciência, às vezes leio um livro, revistas, tiro um cochilo, almoço, merendo, a gente ri, conversa...
Por falar em merenda, durante a quimo, sinto um desejo enorme de comer bolo de chocolate. Uma vez levei de casa uma fatia bem generosa e devorei tudo.

Os 5 primeiros dias pós quimo, são cruciais. O primeiro dia fico hiper ativa, depois a bola vai baixando, eu fico muito cansada, o 3º e 4º dia, são dias em que tenho vontade de ficar só deitada, mas eu me esforço pra sair de casa, dou uma caminhada de 10 ou 15 minutos no quarteirão de casa, volto para casa exausta, parecendo que caminhei horas a fio. Isso me faz muito bem.
Eu também me alimento bem, mesmo que eu não sinta o gosto da comida. Tento comer as coisas que eu mais gosto, especialmente frutas, as melhores são as mais suculentas. Eu também gosto muito de tomate.

Sábado passado (6º dia pós quimo) fomos para a exposição da artista plástica Divina Marques.
Eu ainda estava me sentindo cansada, tinha chovido a manhã inteira e estava um pouco frio, 19ºC, mas me arrumei, e  fui. 

Lá, bebi champanhe, comi coisinhas deliciosas, não comprei nenhum quadro e me diverti bastante.

Como falei no inicio, o câncer não é o drama da minha, aliás eu detesto fazer drama ou se fazer de vítima por qualquer coisa. Também não quero que tenham dó/pena de mim por conta do câncer.
O câncer é uma doença grave, mas tem cura e eu estou lutando com todas as minhas forças para ficar curada.   


Meu lema é viver um dia de cada vez. Não me preocupo e nem faço planos para 
o amanhã, o amanhã está muito longe.
Quem tem câncer e faz quimo tem que viver e aproveitar bem o dia hoje, se está bem, tem mais é que VIVER, sair, celebrar a vida e o dia. A gente não sabe se amanhã vai tá bem ou não.
Viver com câncer e as consequencias do tratamento já é pesado demais, ficar se lamentando e se fazendo de vitima, não ajuda, e nem cura.


Outro dia vou escrever sobre os dias de baixo astral, eles não são muito frequentes, mas existem, porque eu apesar de não fazer drama, sou humana e não sou perfeita.

22 de jul de 2012

A vidinha por aqui

Esse mês estamos com visitas familiares.
Primeiro veio minha irmã e o namorado. Ficaram 2 semanas. Voltaram para o Brasil semana passada, e 3 dias depois chegou minha sobrinha.
Apesar de não está 100%, em termos de saúde, tento aproveitar o que posso.
Passeamos bastante por Heidelberg, e embora esteja morando aqui há 5 anos, sempre descubro alguma coisa diferente ou uma novidade.
Aqui tem algumas fotos dos passeios que fizemos pela linda Heidelberg.


20 de jul de 2012

Música para o final de semana

The Lion sleeps tonight

15 de jul de 2012

Sol, sombra e uma cadeira

Ultimamente ando preguiçosa para as redes sociais.
No momento, eu só quero sol, sombra e uma cadeira bem gostosa como essa para descansar.

Esta foto foi feita no jardim de um dos hospitais aqui em Heidelberg.

Gosto disso, nos Hospitais temos jardins, árvores e flores, isso dá uma sensação de paz e tranquilidade.
Recentemente foram colocados alguns aparelhos para realização de atividade física, achei a idéia excelente.

Os jardins são públicos, não apenas pacientes, como outras pessoas podem desfrutar do sol (quando tem),  e dessas cadeiras maravilhosas.

Novidade:
Minha irmã e o namorado estão aqui, e nós temos aproveitado o que podemos para curtir a linda Heidelberg.