31 de ago de 2007

Foi um presente

Acho que em homenagem ao meu dia, ganhei mais um mês de curso intensivo de alemão...
Estou bem feliz...

Hoje é meu dia

30 de ago de 2007

Férias

Meu marido está de férias, e esses dias tem sido bem gostosos pra gente.

A gente não tem hora pra nada.

Dormimos, acordamos quando queremos. Comemos quando sentimos fome e em qualquer horário, bagunçando o relógio biológico.

Passeamos, namoramos e nos permitimos alugar em dvd filmes dublados em alemão com legenda em inglês.

Ontem resolvemos arrumar a casa e eu arrumei duas casas. Esta casa virtual e a nossa casa real.

Na casa real...

Arrumamos nossa estante que estava uma bagunça.

Confesso que o mais difícil para mim foi rever fotos, cartinhas, textos, reportagens, coisas relacionadas ao meu trabalho.

Tudo que fiz nos últimos anos estavam ali, guardados, registrados...para nunca serem esquecidos, pelo menos por mim.

Re-mexer isso e re-mexer no coração, com as emoções e é impossível não sentir saudades, especialmente na minha nova condição.

Aí lembrei daquela música: "levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima"... Sem derramar lágrimas, tirei a poeira, limpei, passei brilho e guardei. Na prateleira em baixo, assim fica bem acessível para "a baixinha".

Já na casa virtual

Re-mexendo no blog. Tentando inserir o favicon, tentando fazer um avatar...tentando, mas sem sucesso :(

Atualizando links, inserindo mais fotos no meu novo armário chamado tabblo...

Por falar em tabblo...lá tem fotos da turma do curso de alemão, do Festival de Vinicultura e do piquenique que fizemos domingo na beira do Rio.

Agora vou indo...para a casa real.

29 de ago de 2007

Olha que fofa!!!

video

28 de ago de 2007

Meu curso acabou, e agora?

Eu fazia um curso intensivo de 3 horas e mais uma hora de curso de integração. Praticamente era o único lugar onde eu mais falava alemão.

Esse curso de integração é para imigrantes e o Governo Alemão paga a metade, mas a gente tem que fazer o intensivo e o de integração juntos. Ele só paga seis meses.

Sexta-feira passada, o nosso curso acabou e nós fizemos uma festinha, que foi muito legal.
Eu fiz o meu tradicional bolo de macaxeira. As fotos estão no meu tabbo.

Eu terminei o básico e parei o pré-intermediário. Nós começamos esse nível no inicio de agosto, e eu já estava bem cansada. Faltei quase uns 7 dias, por conta da viagem e da minha alergia.

Resolvi voltar para o livro dois e continuar estudando duas vezes por semana em um curso noturno.

Eu ainda não sei o que vou fazer durante o dia, mas quero fazer outras coisas...

Meu vocabulário ainda é muito pequeno, ainda não dá para pensar em fazer algum curso em alemão para ocupar o tempo.

No momento estou de férias, então vou aproveitar essas duas semanas, antes que comece o curso noturno para descansar, bater pernas, cuidar de mim, da casa e do blog.

Se alguém tiver alguma sugestão é só escrever...

26 de ago de 2007

Winzerfest

Fotos aqui

Winzerfest

Ontem nós fomos para o Festival de Vinicultura em Wiesloch.

Wiesloch é uma cidade perto de Heidelberg, acho que uns 20 minutos de carro. Tem aproximadamente 125 mil habitantes e também é bem calma.

Um casal amigo nosso nos convidou para jantar na casa deles e depois irmos ao Festival que ficava bem perto da casa deles.

O jantar além de ter uma comida típica alemã bem gostosa, foi também um encontro muito agradável agradável.

Conversamos 95% em alemão, em um esforço enorme para compreender e falar.
Mas temos que tentar...claro que erramos, mas precisamos treinar, nos comunicar e deixar a vergonha de lado.

Nós tomamos uma sopa cremosa (esqueci o nome do vegetal utilizado), Goulasch com batata e salada de alface e uma deliciosa sobremesa (frutas vermelhas em calda com creme).

Acho incrível como os doces daqui não são tão açucarados como no Brasil e são deliciosos.

Foi tudo muito bom, mas só fiz fotos da sopa e da sobremesa.

Depois fomos caminhando até a praça e o pavilhão onde o Festival de Vinicultura acontecia.

A noite estava bem agradável, já era oito horas e ainda tinha sol.

Quando nós chegamos ao Pavilhão, uma banda com vários casais estavam entrando. As roupas eram típicas de festas alemãs (dessas que eu só vi na tv ou em revista de turismo).

Depois a banda foi embora, só fez uns batuques e balanços de bandeiras, nem demorou muito e os casais nem dançaram. Aí o Prefeito da cidade apareceu com o rei, a rainha e as princesas do festival. Falaram um montão de coisa, que pouco entendi, eh eh eh...

Depois entrou um Dj que é até famoso por essas bandas, ele toca música dos anos 70 até os dias atuais. Só que a música dentro do pavilhão estava muito alta e resolvemos caminhar pelo parque.

Logo quando cheguei no parque lembrei dos "arraiais" ou "quermesses" no Brasil. Tinha vários brinquedos, roda gigante, carrinhos, pescaria, barracas de doces, pipoca, cachorro quente, etc...

Eu brinquei de "espoca balão". Consegui espocar 5 balões de 7 e ganhei uma baleiazinha. O Flavio comprou um biscoitão em formato de coração escrito "Ich liebe dich" ou seja "eu te amo".
Achei o Winzerfest bem bonito, interessante e divertido.

Estou fazendo mais um álbum no tabbo, estou adorando esse negócio...e assim todo mundo ver...

25 de ago de 2007

Só para não ficar sem postar muito tempo...


20 de ago de 2007

Ob-la-di ob-la-da

Eu li em algum lugar que esta frase do título siginifica "a vida vai indo, a vida vai indo bem"...é da música dos Beatles.
De Londres fui para Liverpool. Cidade dos Beatles, onde o sucesso deles começou.
Foi uma passagem rápida, mas muito boa. Estive na loja ao lado do Museu do Beatles, não fui ao Museu porque não quis.
Fui no Cavern Pub, andei na Penny Lane, almocei em um Pub quase em frente ao Restaurante Sargent Pepper, também na Penny Lane, depois fui em um lugar onde o Jonh Lennon ia quando era mais jovem. Era uma creche e tinha um portão vermelho.

Eu nunca fui fã dos Beatles, mas gostava da música deles e ia na rebarba da minha irmã que era fã de carteirinha.

Ela sabe muito mais sobre os Beatles, mas fiz questão de ir nesses lugares e bater fotos por ela, porque sei que ela ia adorar estar lá.





Últimas cenas em Londres

O tabblo acabou e desapareceu com minhas fotos, um dia atualizo.

Tabblo: Londres 3º dia

See my Tabblo>

19 de ago de 2007

Último dia em Londres

Quando acordamos as primeiras bolinhas apareceram em meu rosto e braço. Então eu também estava com a mesma alergia.
Achamos que pode ter sido uma intoxicação alimentar de um peixe que comemos no primeiro dia.
Mas era nosso último dia em Londres, nada nos restava a não ser aproveitar o dia.
Durante o café da manhã vimos no noticiário que o Big Ben estava parado. A última badalada tinha sido às 21 hs e a meia noite o relógio parou.
É incrível, foi um acontecimento para o mundo Big Ben parado, e eu estava lá...a rua estava cheia de jornalistas.
Depois de bater a foto do Big Ben sendo consertado, fomos ver a Banda da Rainha. Chegamos um pouco cedo e ficamos mais de uma hora em pé próximo ao muro do Palácio.
Lá como sempre, estava apinhado de gente, já era 11 hrs e o calor tava escaldante. Enfim a banda chegou, fiz algumas fotos, mas não consegui esperar até o fim.
O calor, aquele empurra-empurra, e a coceira no meu corpo não me deixaram ficar.
Resolvemos seguir diante e visitar o Palácio de Buckingham, que estava aberto ao público.
No Palácio também poderia ser visto fotos e peças do casamento da Rainha Elizabeth, este anos eles completam 60 anos de casados.
Ficamos uma hora e meia na fila, compramos os tickets e tivemos que esperar mais um pouco para entrarmos.
O Palácio é enorme, fiquei impressionada com tanto luxo e riqueza, isso foi só que vi, imagina o que não vi. Infelizmente não podia fazer fotos, só no jardim.
Mas foi bom valeu a pena.
De tudo o que ficou na minha cabeça foi:
- Os metrôs são bem limpos
- As mulheres são bem mais elegantes que na Alemanha
- A comida não é tão confiável
- É um país caro
- As filas são sempre enormes
- Os indianos estão para Londres, assim como os Turcos estão para Heidelberg
- Nos três dias inteiros que passamos em Londres não choveu e teve muito sol. Talvez tenha feito até mais calor que em Heidelberg.
Eu adorei a viagem, apesar da alergia, ir para a cidade grande me fez muito bem.

18 de ago de 2007

Cenas em Londres...

O tabblo acabou e desapareceu com minhas fotos. Um dia atualizo o post.

Tabblo: Londres 2º dia

See my Tabblo>

Ainda em Londres

No segundo dia, ao acordamos percebemos que o Flavio estava com alergia.
Tentamos recordar o que comemos. Saímos cedo do hotel em busca de uma farmácia, mas estava tudo fechado, ainda eram 8:00 hs da manhã.
Resolvemos pegar o metrô e irmos para o centro.
Caminhamos na beira do Rio Tâmisa, apesar do sol tinha uma brisa fria.
Não encontramos nenhuma farmácia perto, então resolvemos ir em um hospital de emergências de pequenas injúrias.
Uma enfermeira nos atendeu e prescreveu um antí-alérgico.
Depois disso ficamos mais tranquilos e decidimos ir ao Madame Toussand.Lá a fila era grande.Ficamos umas duas horas ou mais na fila, mas valeu a pena.
Eu me divertir muito lá. Corria pra tudo que era canto para bater fotos com as celebridades de cêra e a concorrência não era pequena não.
Flavio quase perdeu a cabeça por uma personalidade que nem sabemos quem é...estamos alienados do mundo Holidiano...mas ele perdeu o boné na hora do clique!
Depois do Madame Toussoud fomos para Nothing Hill. Pena que não tirei foto lá. Mas gostei do lugar. Lá fizemos um lanchinho numa pizzaria italiana.
Aí decidimos voltar ao Hotel para descansar e depois sairmos, quem disse que conseguimos? Dormimos e só acordamos só no outro dia.

17 de ago de 2007

Cenas...


O tabblo acabou e minhas fotos desapareceram, um dia atualizo.
Tabblo: Londres- 1º dia

See my Tabblo>

16 de ago de 2007

Londres 1º dia

Conhecer Londres era um dos meus sonhos de consumo.

Chegamos lá numa quarta-feira a noite, céu limpo, com uma brisa suave de verão europeu.

Deixamos nossas malas no Hotel e saímos a procura de algo para comer.

A noite estava começando para Londrin@s...Os bares próximos ao Hotel estavam bombando.

Voltamos ao Hotel para dormir e nos preparar para o dia seguinte.
Somos bem diurnos!!

Acordamos cedo, tomamos café e seguimos para a estação de metrô. Nós não estávamos no centro de Londres, mas com um sistema de transporte público eficiente tudo fica mais perto.

Fomos para o centro, descemos em um ponto que não lembro o nome e resolvemos andar, andar...passamos pelo lugar onde fica a cavalaria da Rainha.

Descobrimos que lá ia ter a troca da guarda às 11:00 horas. A gente tinha mais de uma hora para assistir esse espetáculo.

Resolvemos andar pelas redondezas, então fomos conferir de perto o famoso Big Ben, a Roda Gigante e o prédio do Parlamento Britânico.

O dia estava lindo, céu aberto e sol.

Após uma sessão de fotos nesses lugares turísticos voltamos para ver a troca da cavalaria da rainha. Foi bem interessante, não tinha muita gente e eu ainda consegui fazer umas fotos.

Depois atravessamos o parque e chegamos ao Palácio de Buckingham.
Lá estava apinhado de gente, pois a Banda da Rainha estava tocando. Ficamos longe escutando o som de "guerra nas estrelas". Achei bem moderno!

De lá seguimos andando e passamos por um parque, aproveitamos para fazer um lanche, ir ao banheiro público, que por sinal era até limpo.

Atravessamos o parque e chegamos na rua comercial Oxford.

Foi legal ver aquele movimento todo nas lojas, gente cheia de sacolas pra cima e pra baixo, lojas famosas, lojas populares...eu precisava ver um pouco desse movimento de cidade grande.

Saímos da Oxford e fomos ao Museu de Arte Moderna.

Lá não se cobra a entrada. A gente deposita em uma caixa de vidro a quantia que a gente quer dar e ninguém é obrigado a dar alguma coisa.

Passamos quase duas horas lá, no final tivemos que nos apressar pois o aviso de retirada havia sido dado.

Quando saímos do Museu ainda vimos uns brasileiros mostrando sua arte, a capoeira.

A praça em frente ao Museu também estava lotada. Nesse dia artistas indianos iam dançar lá.

Achamos um lugar legal para sentar e nos acomodamos, eu aproveitar para descansar as pernas.

O show começou, mas a baixinha aqui viu pouca coisa.

Já era mais de oito horas da noite e apesar do sol, o cansaço já era vísivel no meu rosto, resolvemos voltar ao Hotel para dormir, afinal ainda tínhamos mais dois dias pela frente.

15 de ago de 2007

A viagem

Um dia eu cheguei da aula e meu marido perguntou se eu queria ir para Londres. Ele sabia que eu sempre tive vontade de conhecer esta cidade.

Não pensei duas vezes, disse logo que queria, nem perguntei quando, como e por que.

Aí ele me falou que teria uma reunião no domingo em Liverpool e que poderia tirar uns dias de férias pra gente curtir Londres.

Adorei a idéia, ainda mais porque eu teria a chance também de conhecer a terra do Beatles.

Conseguimos passagens mais em conta, saindo de um aeroporto próximo de Trier. De ônibus, fica umas duas de Heidelberg.

Chegamos bem cedo neste aeroporto, era 12:30 hs e o balcão da companhia áerea só abriria às 16:00 hs. Meia hora antes do balcão abrir já tinha fila.

O preço dessa companhia áerea é bem mais barato, mas tudo é muito comercial.

Depois que fizemos o check in, a atendente nos falou que se a gente quisesse sentar juntos, precisávamos pagar 3 euros para ser chamado com prioridade. Nós pagamos.

Na sala de embarque ficamos em uma fila de prioridades, foi engraçado, pois tinha gente tentando furar a fila.

Dentro do avião o lanche era vendido, isso eu já imaginava. A gente comprou, pois estávamos morrendo de fome.

Após o serviço de lanche, uma comissária de bordo passou com a revista "Duty Free" para quem quisesse comprar os produtos como comésticos em geral, chocolate, jogos eletrônicos, brinquedos, etc...

Não compramos nada.

Depois passou um comissário de bordo com vários papéis pequenos, parecendo marcadores de livros, na mão.

Eu achei cômico, eram bilheites de loteria. Eles estavam vendendo bilheites de loteria.

O rapaz falava alguma coisa assim: "você compra um bilheite por 2 euros e pode ganhar 200 mil euros"

E assim ele foi falando do início ao fim do corredor.

Parecia um mercado ou até mesmo uma praça onde as pessoas ficam falando ou até mesmo gritando para atrair compradores.

Enfim...é o comércio!!! É o preço que se paga por viajar "mais barato".

13 de ago de 2007

Acabei de chegar de viagem

E só avisei minha professora de alemão e minha família.

Fiz esse trajeto aqui.

Eu saí de Heidelberg de ônibus, fui para uma cidade próxima chamada Trier, de lá pegamos um avião e fomos para Inglaterra, paramos em um aeroporto perto de Londres.

Passamos 4 dias em Londres, 1 dia em Liverpool, 1 dia em Koln, na Alemanha e voltamos para casa.

A viagem foi maravilhosa, mas tivemos uma intoxição ou alergia alimentar.

Depois conto como foi tudo por lá.

7 de ago de 2007

Blogs

O meu blog começou porque comecei a frequentar o blog da Denise, a partir do dela passei a visitar outras pessoas e então resolvi criar o meu.

Parece que é sempre assim...então fiquei pensando na blogosfera como uma teia de aranha ou uma rede que vai se multiplicando cada vez mais.

Eu fiz muitas amizades por aqui, algumas deixaram de ser virtuais e passaram para o mundo real.

Pra mim blogs, são uma das melhores invenções dessa era.
Eu não entendo nada de código Html, avatar ou será gravatar?, favicon, etc...mas vou postando de acordo com meu tempo, aprendizado e vontade.

Vontade é tudo!!! Criatividade também!
Educação, gentileza são fundamentais para meus lindos dedos e amendoados olhos visitarem blogs.

Tem blogs que estão linkados aqui, tem outros que salvei no 'favoritos' e não linkei...

Tem gente que visito uma vez e não volto mais, tem gente que não me visita, mas eu visito sempre porque gosto.

Tem blogs que sou viciada, não sei porque.

Gosto de blogs que retratam o cotidiano, a vida pessoal, que postam receitas, dicas de filmes, cidades, viagens, poesias, músicas e por ai vai...

Blogs alegres, divertidos, poéticos me fazem bem.

Gosto de post que me faz refletir, debater, pesquisar e aprender.

Participar da blogosfera, que é escrever post, visitar e comentar, pra mim é um passatempo, um hobby e muitas vezes uma terapia, embora nunca tenha ido neste profisssional.

Penso também que quem tem blog é uma pessoa cheia de pavulagem e que gosta de aparecer, afinal quanto mais a gente aumenta nossa rede, a teia cresce e a gente aparece muito mais, não é mesmo?

Eu por exemplo fico de grande, ou com a pavulagem graúda quando recebo visitas e comentários, mas também quem não fica?

5 de ago de 2007

Blogs

Curiosidade...
O seu nome ou o nome do seu blog está à direita, você gosta dele assim mesmo???
Ou preferia que o título fosse outro?
---------------------------------------------------------------
Essa moça aqui escreveu um post delicioso sobre um prêmio que ela ganhou, mas o que me chamou mais atenção foi a forma que ela escreveu sobre blogs e educação na blogosfera, é curtinho e vale a pena conferir.

4 de ago de 2007

Blogagem Coletiva: Amamentação

Durante seis anos que trabalhei no hospital infanto juvenil em Macapá, todos os anos o Hospital fazia um evento na Semana Mundial de Amamentação.
Era um barato, eu adorava.
A gente sempre saía da rotina (conseguíamos envolver toda a equipe), durante a semana inteira a gente inventava coisas. Tinha um programação bem extensa, com palestras, brincadeiras, teatro, múscia, sorteio de brindes e lanche especial.

A gente conseguia camisetas e pintava com o tema. Eu lembrei de dois temas que teve camiseta, um era “Amamentar é...dar amor e proteção” (eu não tenho certeza se esse era um tema mundial ou se nós criamos), o outro era “Amamentação na era da informação”. Este último, foi o tema de 2001.

Eu fiz uma palestra no Hospital e estou com a camiseta. Vejam...

Como militante da segurança alimentar e nutricional e do direito humano à alimentação adequada re-afirmo que a Amamentação é o 1º direito humano à alimentação adequada e a promoção e garantia dele é fundamental para o desenvolvimento humano.

1 de ago de 2007

Classificação de amig@s na era da internet

Podemos classificar noss@s amig@s de diversas maneiras.
Mas depois do advento do e-mail, um novo tipo de classificação pode ser feita:

Nem Aí:
Você manda dez e-mails e el@ não te retribui nem com meio.

Insistente:
Manda o mesmo e-mail para todos os teus endereços eletrônicos.

On-Line:
Mal mandamos e a resposta já está de volta.

Off-Line:
Depois de um ano e oito meses a resposta vem... E sem referência.

ADSL:
Aquele que pensa que todo mundo tem banda larga. Só manda e-mails enormes com animações em flash, vídeos, mp3, mpeg, etc...

Tarado:
Só manda sacanagem. Quase te mata de vergonha quando você abre o e-mail dele perto de alguém.

Vale a pena ver de novo:
Aquele que te manda aqueles e-mails que circulam na internet há mais de cinqüenta anos como se fosse a primeira vez. Depois de seis meses, manda de novo.

Madre Tereza:
Vive mandando e-mails de pessoas com doenças, crianças desaparecidas creches necessitadas, etc.

Lair Ribeiro:
Mandam um monte de PPS cheios daqueles anjinhos malas com mensagens de auto-ajuda como se isso fosse mudar a sua vida definitivamente.

Paulo Coelho:
Vivem mandando totens, correntes, esoterismo, numerologias, etc.

Bin Laden:
Só manda e-mail bomba: ou tem vírus ou não abre.

Gente Alegre:
Pra dizer que está rindo, escreve (rs).

Telegrama:
Não usa acento nem pontuação

Morse:
Aq q só sb esc em cod.

Mobral:
Prissiza voutar pra aufabetisassão.

Lá Vem Ele:
Aquele que lembra de te mandar e-mail só para pedir alguma coisa.

Fanático:
Manda e-mail só sobre um único assunto.

Jack in the Box:
Encaminha o texto dentro de um anexo, que está dentro de um anexo, que está dentro de um anexo, que está dentro de um anexo, que está dentro de...