29 de jun de 2011

Brasil x Austrália

Brasil gannhou de 1 x 0 contra a Austrália.Brasil jogou de azul e branco e Austrália de amarelo e verde. Achei eio estranho, mas tudo bem.
Eu não entendo nada de futebol, mas me divirto e sofro também com os jogos.

Eu entrei na onda #futebolfeminino #copa2011 #FFTamoJuntoBR no twitter e comentei bastante durante o jogo.
Um dia ainda quero escrever sobre o twitter e porque tô mais presente lá que aqui.

Vejam o que tuitei:

A goleira Andreia Suntaque foi a estrela nesse jogo Brasil e Austrália

Infelizmente não consegui uma foto da Andrea deste jogo, talvez amanhã tenha fotos.

Compartilhando algumas reflexões que escrevi no twitter sobre o futebol feminino:
  • Uma notícia bem pequena no síte da Conf. Bras de Futebol  http://www.cbf.com.br/       Isso é desigualdade de gênero.
  • A diferença salarial no futebol reflete a desigualdade de gênero.
É um absurdo a CBF ter uma notícia bem pequena da seleção feminina de futebol no período em que acontece a copa mundial de futebol feminino. É puro machismo!

28 de jun de 2011

Marta, embaixadora do PNUD

Vejam que depoimento lindo da Marta.

26 de jun de 2011

Copa Feminina de Futebol 2011

A copa começou hoje e acontece aqui na Alemanha.
No Brasil o futebol feminino não tem o mesmo peso que o futebol masculino, mas na é um pouquinho diferente Europa é diferente.
Existe propaganda na rua, mas é bem pouca. Os jogos estãos endo transmitidos na tv. Mas ainda pouca gente comenta, e as ruas e carros não estão efeitados como no ano passado.

Algumas informações sobre o futebom feminino Brasileiro.

O Brasil já participou de 5 copas do mundo.
Em 2007, foi vice campeão.
Obteve medalha de prata em 2004 e 2008 nos jogos olímpicos.
Marta é a grande estrela do time. Ela é guerreira, sem dúvida.


Jogos do Brasil:
Dia 29 de junho às 18.15hs
Brasil x Austrália

Dia 03 de julho às 18.15hs
Brasil x Noruega

Dia 06 de julho às 18.00hs
Brasil é Guiné Equatorial

Vamos cruzar os dedinhos e torcer para a meninas.
Minha bandeira já está na janela.

25 de jun de 2011

As flores do meu jardim

Ano passado eu tinha essas:
 Este ano temos essas:
 De qual você gosta mais?

23 de jun de 2011

Voltei para sala de aula

Embora eu acho que nunca saí. Me formei em 1995 em nutrição na Universidade Federal do Pará, mas sempre tive uma inquietação, uma angustia que me guiava em busca de livros, palestras, congressos,contatos, etc.

Depois que me formei, logo comecei a trabalhar em Macapá. Foi um período muito legal na minha vida. Primeira vez que tava ganhando meu dinheirinho, fruto de muito esforço, comprei meu próprio carro e sentia minha independência financeira fluir.

Então, em 2000, tive a oportunidade, que agarrei com unhas e dentes, de fazer uma especialização na Escola Paulista de Medicina. Vendi meu carro, piquei a mula pra Sampa e fiquei lá por 9 meses. Conheci pessoas interessantes, e tive uma experiência legal. Também conheci Flavio e não desgrudamos mais.

Em 2001, engatinhei  o mestrado na UNB. Quando terminei o mestrado, em 2003, fiquei aliviada e pensei, agora vou parar. Lerdo engano.

Ano passado me candidatei para um programa, chamado Segurança Alimentar Global na Universidade de Hohenheim, em Stuttgart.
Haviam me dito que muitas pessoas estavam inscritas, em torno de 300. Meu coração tava apertadinho, os requisitos eram altos, não vou dizer que não tinha esperança de conseguir, mas achei que era muito difícil. Já estava me conformando para ouvir o NÃO.
Fui aceita. Quase não acreditei. Meu projeto sobre quilombolas no Amapá, tinha sido selecionado entre mais de 250 projetos para uma das 12 vagas.

Mas, nem tudo é fácil quanto parece, a cada dia enfrento um desafio, às vezes caio, e busco forças pra levantar e não desistir. Apoio da família e amig@s tem sido fundamental.
Ando meio anti-social, o nível de estress etá altíssimo, vivo num mundo onde denomino "Roseane-centred".
Tudo o que vejo, leio, copio, escrevo, me interesso, escuto, converso é nesse mundo,que é um mundinho, mas pra mim, é um mundão. Tudo relacionado ao meu projeto de doutorado.

Vejam uma parte do meu mundão, pode parecer meio desorganizado fisicamente, mas se esforçando muito para ser cuidadoso, disciplinado e forte.
No geralzão, esta mesa tem meu laptop, caneta, lapis, papel, 3 livros sobre direito humano à alimentação, muitos cds com arquivos, agendas, impressora, lembrancinhas de lugares, santinhas, terço, protetor labial incolor, hidrante para mãos. O celular, porque uma amiga ligou para pedir uma informação.
Flavio trouxe esse vaso com flores miúdas, só não colocou na mesa, por falta de espaço. Ele disse que era pra ajudar a abstrair o stress.

22 de jun de 2011

Meu celular é do tempo do ronca

Quem é do tempo do ronca deve conhecer essa expressão não é mesmo?
E quem não é?
Ah, não sei, pois eu sou do tempo do ronca.

Esse post tem indo e vindo várias vezes na minha caixola.
É que fico pensando no twitter, tem cada uma por lá...
Tem gente que twitta tudo, por exemplo, tô na banheiro, fechando o olho para dormir, saindo da sala do chefe, dirigindo, etc...
Aí vi essa frase da Kiara e que concordo plenamente:
@kiaraguedes Tuitar do celular é ótimo,+ acho de última tuitar reunião de amigos,jantar... Onde o contato real é o foco.
Meu celular não faz nem retrato, alvará acessar internet.
Não nego a ótima utilidade deste aparelho e vantagem de ficar ligada na net 24 hs/dia, mas...
Então, por que eu tenho um celular do tempo do ronca?
Porque eu sou bem desligada de celular. Quase não uso celular, e às vezes, até esqueço de ligar.
Talvez um dia eu tenha um celular hiper moderno, mas por enquanto minhas prioridades são outras.
Ter um celular do tempo do ronca tem uma vantagem: pelo menos não fico tão viciada nas redes sociais.

E você, tem um celular moderno ou do tempo do ronca?

Obs: Esse post foi publicado no dia 05 de agosto de 2010, e ainda continuo com o mesmo aparelho

4 de jun de 2011

Brigadeiro e Beijinho

O que você acha desses dois docinhos bem brasileiros?

2 de jun de 2011

Festa Junina no IMENA

Para quem mora em Macapá ou está de passagem, esta festa é uma ótima pedida.
Festa Junina " Diversidade na Roça"
O Instituto de Mulheres Negras do Amapá - IMENA  estará realizando sua Festa Junina denominda "Diversidade na Roça".
Em seu 5º ano de realização a festa tem por objetivo angariar recursos para sustentabilidade da organização.

Você é nosso/nossa convidado(a) especial para dançar o forrozão na quadrilha mais animada da cidade, prestigiar a feira de artesanato, o desfile de miss caipira, casal caipira e saborear as melhores comida tipicas.

Data: 03 de Junho (Sexta-feira)
Hora: 17hs
Local: Sede do IMENA, Av: Profª Cora de carvalho,579-Centro