30 de abr de 2010

Propagandas de alimentos

Tô pesquisando sobre propagandas de alimentos em revistas e na tv.
Se alguém quiser fazer alguma alguma contribuição, será ser muito bom.
Eu queria saber quais os comerciais sobre comida que está passando na tv no momento?
De repente posso encontra no youtube.
Também preciso de propaganda (fotos) em revistas sobre alimentos.
Esse tá mais difícil encontrar na internet. Pois não tenho acesso a revistas online.
Se alguém souber ou tiver alguma figura e puder me enviar, eu agradeço.
Detalhe importante: preciso de comerciais onde apareçam pessoas, homens, mulheres, crianças, jovens, etc, preparando, servindo ou comendo algum tipo de alimento.

23 de abr de 2010

Eu entendo a baleia branca encalhada

18 de abr de 2010

Dia 19 de abril - Dia Indígena no Brasil

Acho mais adequado dia indígena, assim contempla o dia de indías e indios.
"Mas agora eles só tem o dia 19 de abril"
Quem é a população indígena brasileira?
Acredita-se que população indígena, há mais de 500 anos, constituia-se em mais de 1 milhão de habitantes.
Atualmente a população é de aproximadadmente 411.000 indígenas, que fazem parte de 210 povos/etnias com 170 línguas e identificadas.
Índios e indíos brasileir@s vivem na floresta, na região ribeirinha, na cidade, na beira da estrada, em regiões preservadas, outras devastadas e desmatadas, enfim pelo Brasil afora.
A população indígena brasileira tem um patrimônio histórico e cultural enorme.
Desde a colonização do Brasil, os povos indígenas foram desrepeitados, subjulgados e tiveram suas terras apropriadas por terceiros.
O dia indígena é dia de celebração, mas também de luta e reinvidicação dos povos indígenas por seus direitos violados, pelo respeito à sua cultura e a seu modo de viver.
A situação dos Guarani Kaiowá , que eu vez ou outra eu falo aqui, continua desumana.
Leiam a reportagem Índios guaranis vivem situação de extermínio silencioso  aqui 
Este ano vamos ter eleição para presidente, devemos refletir bem sobre o programa de governo de cada candidat@ em relação à população indígena.
E um pouco de música e esperança nas vozes, nos passos e no ritmo das crianças:

15 de abr de 2010

Selos com cheiro de frutas na Alemanha

"Mesmo em tempos de correio eletrônico, ainda é possível atrair atenção com selos, especialmente se eles forem perfumados. O Correio da Alemanha acaba de lançar uma série especial de selos com imagens de frutas que, quando esfregados, liberam o odor de limão, morango, blueberry e maçã."
Li aqui
 Se a idéia é atrair consumidores para enviar cartas e postais não eletrônicamente, resta saber se isso também vai ter impacto no aumento do consumo de frutas para a população.

13 de abr de 2010

Mais frutas e vegetais na mesa brasileira

Dia 07 de abril foi o dia mundial da saúde.
O Ministério da Saúde do Brasil apresentou um estudo sobre o perfil da alimentação de brasileir@s.
O estudo mostrou que a população brasileirta aumentou o consumo de frutas e vegetais. :)
Em compensação, também aumentou o consumo de refrigerantes e produtos gordurosos e aumentou o sendentarismo. :(

Quando eu estava preparando minha palestra (em fevereiro/10) sobre a situação alimentar e nutricional brasileira e o fome zero, encontrei alguns dados super interessantes que já apontavam estes dados.
Desde 2004 a Organização Mundial de Saúde começou uma campanha mundial pelo aumento do consumo de frutas, legumes e hortaliças no mundo. O Brasil abraçou essa campanha e começou uma série iniciativas para atingir este objetivo.
Em 2003, o Presidente Lula também lançou o Fome Zero, o que contibuiu muito para que os programas de alimentação e nutrição se integrasse com um objetivo de acabar a fome e melhorar a situação nutricional da população brasileira.
Se comparar com a população brasileira, acho que pouca gente sabe desses resultados. Existe uma divulgação, mas talvez não seja massiva ou a linguagem não seja adequada para que 180 milhões de brasileir@s saibam disso.
O governo ainda precisa melhorar a sua comunicação.

Eu queria escrever mais sobre alimentos e nutrição no blog, mas nem sempre dá certo. As idéias fluem independente dos meus planos e desejos.
Mas sem dispersar do assunto principal, que é o aumento do consumo de frutas e vegetais, achei isso ótimo.
É resultado de um trabalho do Governo Brasileiro, ONGs, mas também de nutricionistas, profissionais da saúde, da agricultura, da educação e outros, que contribuem para melhorar qualidade da alimentação brasileira.

Aqui neste síte tem informações sobre como aumentar o consumo de frutas e vegetais por dia. É bem legal, recomendo. http://www.5aodia.com.br/

Perguntinhas:
1- Já comeu uma fruta hoje? Se sim, qual?
2- Você faz algum tipo de atividade física?

Minhas respostas:
Eu comi, um morango até agora (são 11.21 hs) e amanhã tenho a minha ginástica semanal. Mas ando de bicicleta pra cima e pra baixo, sempre que posso. E no verão subo a montanha todo final de semana.
Quando morava no Brasil, eu era bem mais ativa.

10 de abr de 2010

Trabalho escravo x lojas de roupas

Eu descobri no twitter que a a rede de lojas Marisa tinha sido multada pelo Ministério do Trabalho por praticar trabalho escravo com imigrantes bolivianos. Fiquei passada com a notícia.                                             Fui procurar informações, pois eu nem tinha escutado nada sobre este caso.
Vejam o que eu encontrei:
Correio do Brasil
Uma inspeção de rotina de fiscais do Ministério do Trabalho descobriu, na capital paulista, nesta quinta-feira, trabalhadores bolivianos em condições análogas à escravidão em oficinas de costura contratadas pela rede de lojas Marisa. Cada trabalhador recebe R$ 2 por uma peça que será vendida a R$ 49,99 pela empresa. Leia mais aqui
E mais ainda:
Repórter Brasil
No sobrado da Igreja "Boas Novas de Alegria", localizado na Vila Nova Cachoeirinha, Zona Norte da capital paulista, a fiscalização encontrou 16 pessoas de nacionalidade boliviana (uma delas com menos de 18 anos) e um jovem peruano trabalhando em condições análogas à escravidão na fabricação de peças de vestuário feminino para a Marisa, que se apresenta como "a maior rede de lojas femininas do país". Mais informações aqui 

Que triste tudo isso. O que nós podemos fazer?
Li no síte do Repórter Brasil
A deputada federal Janete Capiberibe (PSB/AP) propôs, em discurso na Câmara dos Deputados, que as mulheres deixem temporariamente de comprar nas lojas Marisa por que trabalhadores de uma das oficinas de costura que confeccionam roupas vendidas pela rede foram flagradas pelo Ministério do Trabalho em situação idêntica ao trabalho escravo. A rede anuncia ter 220 lojas no país e 44 milhões de consumidoras anuais. Continue lendo aqui

O debate sobre trabalho escravo, imigrantes  e consumidores é complexo.
Se de um lado tem a produção de roupas mais barata ou mais acessíveis a população, do outro lado tem a confeção de roupas em condições sub-humanas e degrandantes.
Imigrantes desesperad@s para ter um trabalho, uma remuneração para garantir pelo menos uma refeição ao dia. E temos ainda consumidor@s que não sabem o verdadeiro preço por traz daquela roupa.
Mas não é só lojas populares que utlizam mão de obra escrava. Lojas caras também!!!
E isso não acontece somente no Brasil, não.

Eu li no blog da Chantal um post super interessante entitulado "Qual a origem da sua roupa?".
Quem quiser dar uma passadinha lá, tem até vídeos... o endereço é esse:
 http://estoriasdaqui.blogspot.com/2010/03/qual-origem-da-sua-roupa.html

Eu acho que denunciar e boicotar não resolve, mas contibui para a diminuição do problema e serve como um alerta para a população em geral.
O que cada pessoa pode fazer fica a critério de cada uma, eu decidi postar sobre o assunto e dizer que sou a favor do boicote. Se não diminui o problema, pelo menos na minha conciência, resolve.

Quer saber mais informações sobre o que é trabalho escravo? Então vá neste link:
http://www.reporterbrasil.org.br/conteudo.php?id=4

9 de abr de 2010

Expressões

Quem é imigrante em qualquer lugar do mundo, e que esteja aprendendo a língua local pode encontrar muitas dificuldades para entender as piadas e as expressões do país em que está vivendo.
No dia do jantar inesperado em plena terça-feira. Ao me despedir de todo mundo eu falei assim:
"...e a dieta foi para o beleléu"
A esposa alemã do pernambucano, riu e disse que agora já entendia o meu linguajar, pois quando ela estava trabalhando no Brasil, participou de um debate na Bahia e uma pessoa falou:
"...depois de tantos anos de luta não é fácil ver tudo isso indo para o beleléu..."
E ela ficou intrigada e perguntou 'onde ficava esse Beleléu e porque tava tudo indo para este lugar'.
Ela disse que todo mundo riu. .
Nós rimos muito disso também.

E lá de Portugal, Fernanda comentou sobre as minhas uvas cortadas ao meio:
"Que pachorra, Rô!"

Fiquei intrigada. O que será isso?

7 de abr de 2010

É uma casa brasileira com certeza

Farta e nordestina!!!
Quando cheguei em casa ontem 5 da tarde tinha um recado para irmos jantar na casa de um casal amigo nosso. Eu falei deles nesse post aqui.
Claro que para marcar assim em cima da hora só pode ser em casa de brasileir@s.
Eu não tinha nada para levar, a não ser uma lata de leite condensado russo e algumas cervejas.
Chegamos 7.30 e já fomos para cozinha, onde todo mundo trabalhava e conversava.
Fui logo metendo a mão na massa para preparar a salada de fruta.


Flavio serviu cerveja.

E depois nos deliciamos com salada de vegetais, batata corada, arroz selvagem, cogumelos e picanha sem aquela capa de gordura.
De sobremesa salada de frutas (morango, uva, melão, banana, kiwi e suco de laranja)
O jantar era para receber uma amigo pernambucano com a esposa alemã e duas crianças que visitavam Heidelberg.
Foi uma noite deliciosa em todos os sentidos!!!

5 de abr de 2010

O pacote de ser chique e elegante

Meus pensamentos com botões agora compartilhados.
Eu não me acho chic,e só lembro de ter sido chamada assim pelas minhas irmãs, cunhadas e amigonas. Ah o maridón também. Mas estas pessoas só falam isso quando eu tô arrumada e bem arrumada por sinal. Então é no sentido da aparência, da forma de vestir.
Apesar da minhas pavulagens, acho que não sou pavão. Não tenho a elegância desse animal e nem gosto de chamar atenção.
Eu não me preocupo muito sobre ser chic. 
Mas afinal o que é ser chique e elegante?
O que eu vou falar, digo escrever, fazem parte de um pacote que bem sintonizado podem ser elegante e lindo como um pavão.
Salto alto, se depender dele, nunca vou tá nas alturas. Não sei nem andar e minha escoliose nunca me permitiu. Mas eu acho bonito.
Adoro um batom vermelho. Esmalte também. Será elegante? Depende da ocasião.

Escuto mais do que falo. Todo mundo fala que sou quietinha, mas tem dias que a matraca tá solta.
Já disseram que sou generosa. Mas sou pão dura.
Tento ser gentil com todas as pessoas.

Acho de última ou demodê ou deselegante:
Falar palavrões. Não sofro desse mal, pois quase não falo palavrões.
Se autodenominar chique ou fina.  É muito forçar a barra.
O pior que já conheço muita gente que se acha e se diz...
Discriminar e julgar as pessoas pela cor, religião, origem, etc.

Ser chic/elegante é muito mais que aparência. É ser o que é sem se preocupar em passar uma imagem que a pessoa não é.Por enquanto este é o meu pacote, ainda incompleto de ser elegante, chique ou fina.

Pacote da Glorinha Kalil sobre ser chique (somente alguns trechos)
Como é um guarda-roupa sucinto chic?
É um guarda-roupa composto de peças atemporais, de ótima qualidade, misturado às tranqueiras mais vagabundas da última moda.
Ser chic é quem entra em grandes costureiros, griffes...etc?
Chiqueria não tem nada a ver com poder aquisitivo e sim com poder inquisitivo. Requer: informação, antenação e um pouco de liberdade.
Quando você considera alguém chic?
Quando a pessoa vai um passo além do correto.

E no link abaixo tem uma reportagem sobre esse tema (de 2004) que achei bem interessante, especialmente com a definição de elegância do Raul Cortez (no final)
Quem tiver paciência de ver o vídeo são apenas 6 minutinhos e 40 segundos.
http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM100444-7823-NA+COLUNA+COISAS+DO+GENERO+A+ARTE+DE+QUEM+SABE+SER+CHIC,00.html

O que você acha? O que faz parte do seu pacote?

3 de abr de 2010

Recadinhos

Para quem me enviou o endereço para recebr um postal da Alemanha, a primeira remessa saiu daqui ontem.
Daqui há pouco, sai a segunda remessa.
Adorei saber a experiência de vocês sobre o serviço de nutrição hospitalar.
Bom feriadão!!!

1 de abr de 2010

Pecados na quinta-feira santa

Cometi e não tive como evitar os pecados da gula e da inveja.
Mas a danada também põe a foto de uma moqueca, estampada no inicio do post, e eu aqui nessa seca, com frio do caramba...
Cometi o pecado da gula, babei no teclado e me vinguei comendo chocolate.
Mas a danada não se conteve, e escreveu:
Uma das coisas que me dá imenso prazer é receber amigos em casa para um chá, um cafezinho, um almoço ou jantar, na sala, na área, no pátio ou no quintal sob a frondosa mangueira, sem frescuras, sem formalidades, como ontem. É assim, rapidinho a gente faz a festa. Liga pra um, liga pra outro e de repente se reúne os amigos para curtir os bons momentos da vida.
Pronto, cometi o pecado da inveja!!!

Adoro coisas assim, amig@s, comidinha boa, improviso e informalidades.
Mas isso é raro nessas paragens. Tudo tem que ser agendado e com muita antecedência.

Conto no dedo quando já fui convidada e quando já convidei no improviso.
1- Encontramos uma carne moída de boa qualidade e chamamos uma amiga para comer hamburguer com a gente, bastou um telefonema e em 10 minutos ela chegou em casa. Também morava perto e veio de bicicleta.
2- Um casal, ela brasileira, ele, um alemão mais tupiniquim que já conheci, nos convidou para comer um gulasch 3 horas antes de servir a mesa. Não contamos parada. Aceitamos na hora.
3- Domingo passado, convidamos o mesmo casal para comer escondidinho (charque, queijo e purê de macaxeira) com menos de 24 horas de antecedência. E de quebra uma amiga, brasileira é claro, apareceu do nada para pegar umas revistas emprestadas e logo foi convidada para tomar lugar a boa mesa e ao bom papo.

Então para amenizar meu pecados, te convido para visitar o blog da danada, que tá uma delícia. :)
http://www.alcinea.com/
E se existe pecado sem maldade, então os pecados serão perdoados.