9 de mar de 2012

A entrevista de Gianecchini


Eu sempre achei Reynaldo Gianecchini bonito, mas nunca fui fã dele.
Hoje, depois de recomendações latentes eu li a entrevista completa dele.
Acho que muita gente já leu, mas para quem não leu e tá afim de ler... é só clicar aqui.

Metendo o bedelho sem ser convidada:
- Achei ele muito bonito careca, mas ele é tão bonito, que fica bom de qualquer jeito mesmo.
- Achei contraditório e não gostei do que ele falou sobre: mulher se apega, e que a mulherada perdeu um pouco o rumo. Não é porque ele tem câncer que eu tenho que concordar com tudo,  não é mesmo?
- Me identifiquei e gostei demais das frases:
 Eu super me aceitei.
Decidi viver o presente, que é maravilhoso, sem passado e futuro.
- No mais... gostei da entrevista, achei ele muito corajoso, e, encorajador pra quem está no mesmo barco.
Torço muito pela recuperação completa dele também.

Atualizando (11.03.2012 às 19hs) com o vídeo da entrevista dele no JH. Dessa vez sem comentários.
Para ver o vídeo é só clicar aqui

3 Comente aqui:

Elaine Pasquim disse...

Q bom q gostou, Rô!

Sagittarius. disse...

rô, eu não tinha lido. mas segui tua dica. acho que ele deve isso aos fãs e afins etc... afinal, é 'pessoa pública'. bacana levar isso publicamente tbm. acho q qq medo fica menor quando a gente põe luz nele e chega perto. sombra só existe de longe. só ñ gostei do comentário sobre a questão da aids. ele foi bem infeliz nisso. ñ o acho bonito, nem talentoso, etc... mas acho q levou muito bem o diagnostico. tratando-o como ele é: um diagnóstico, que fala do presente, do agora, e não do futuro.

Camille disse...

Eu nao tinha lido, li agora. Confesso que nunca fui com a cara dele, e nem o achava bonito. Agora penso que ele está mais bonito por dentro ( sei la se era feio), mas com tudo que se passou com ele, se expos mais. E provavelmente assim pudemos conhece-lo mais. Tb gostei da frase "eu super me aceitei". Está com bom -humor. Com as proprias células seria mesmo dificil haver rejeiçao. Um beleza essa ciencia toda das células tronco. Esperança de vida, de cura, um novo caminho para a humanidade.
Voce acredita que, se não tiver se mudado, Gianechini mora aqui na minha rua? Nao sei exatamente em qual predio, so sei que é um dos prédios "quase em frente da padaria". Descobri de um modo meio furioso- ao encontrar uma foto da babá, minha filha - no colo- e Gianechini. A babá amiga da outra babá que cuidava de uma criancinha maior e reconhecia o astro, foi convidada para ir a casa dele- por causa da menininha. E a minha filha pegou carona no passeio, junto com a babá. Imgina meu panico na época- não vá a casa de estranhos e nem de conhecidos ou astros de novela sem a minha permissão. Não com a minha filha.... Afff, se nao fosse o Gianechini eu nunca iria saber. por que elas provavelmente nao teriam tirado a tal foto.
No mais jamais vi esse homem nem cabeludo e nem careca. O fato é que aqui é um ladeirao e andamos de carro o tempo todo para ir daqui ali. Mas podia ter visto ne? Nem que fosse so para dizer se é bonito ou nao pessoalmente. Alto ou baixo. Enfim, saúde para ele.
Bjos,
Cam