6 de jun de 2008

Sincronicidade, cabelos e Guaranis

Querid@s vocês acreditam em sincronicidade?
Eu acredito!
Ontem eu estava procurando sobre a tendência dos cortes de cabelos no Brasil na internet, isto é, qual a última moda de cabelos?

E vejam o que eu encontrei....o título era: "Bebês morrendo de fome e nada acontece. Será que é porque são índios?"

Link para ler a matéria:

http://claudia.abril.com.br/materias/2444/?pagina2&sh=34&cnl=45&sc=

Eu não consegui descobrir a data da publicação da revista, acredito ser de 2005 ou 2006.
Essa reportagem na revista Claudia me surpreendeu.
Conceito de Sincronicidade (wikkipédia)
Sincronicidade é um conceito desenvolvido por Carl Gustav Jung para definir acontecimentos que se relacionam não por relação causal mas por relação de significado. A sincronicidade é também chamada por Jung de "coincidência significativa".
O termo Sincronicidade foi utilizado pela primeira vez em publicações científicas em 1929, porém C.G.Jung demorou ainda mais 21 anos para acabar o livro "SINCRONICIDADE: UM PRINCÍPIO DE CONEXÕES ACAUSAIS", onde expõe o conceito e propõe o início da discussão do assunto. Um de seus últimos livros e segundo ele o de elaboração mais demorada devido a complexidade do tema e da impossibilidade de reprodução dos eventos em ambiente controlado.
Basicamente, é a experiência de se ter dois (ou mais) eventos que coincidem de uma maneira que seja significativa para a pessoa (ou pessoas) que vivenciaram essa "coincidência significativa", onde esse significado sugere um padrão subjacente.
A sincronicidade difere da coincidência, pois não implica somente na aleatoriedade das circunstâncias, mas sim num padrão subjacente ou dinâmico que é expresso através de eventos ou relações significativos. Foi um princípio que Jung sentiu abrangido seus conceitos de Arquétipo e Inconsciente coletivo.
Acredita-se que a sincronicidade é reveladora e necessita de uma compreensão, essa compreensão poderia surgir espontaneamente, sem nenhum raciocínio lógico. A esse tipo de compreensão instantânea Jung dava o nome de "insight".
Jung afirmava que temos quatro funções básicas: razão, emoção, sensação e intuição. No nosso ser, geralmente uma delas é predominante. Mas quando trabalhamos internamente estas funções na direção do equilíbrio, uma nova função é acrescentada: a sincronicidade.

0 Comente aqui: