8 de abr de 2015

A farinheira

Em casa de paraense, amapaense ou nortista, existe um utensílio que não pode faltar: a farinheira.
Não importa se ela é inoxidável, de alumínio, madeira ou de plástico.
Uma casa sem farinheira, não é uma casa nortista.

A farinheira fica em cima da mesa, da bancada, e será servido na na hora do almoço ou jantar para acompanhar o prato principal.
Há àquelas pessoas que não resistem. Ao passar por uma farinheira, destampam, e sorrateiramente pegam com a própria colher da farinheira, algumas as vezes até com as mãos, enchem de farinha e jogam dentro da boca rapidamente.
Depois vão saindo de fininho, fingindo não ter feito nada.

Como se surrupiar um punhado de farinha a qualquer hora do dia fosse um pecado muito grande, ou uma desonestidade que precisa ser feita às escondidas, na moita.

Tem gente, que além da farinheira, tem dentro do armário, uma lata de tamanho médio a grande, para guardar grandes quantidades de farinha e mantê-las torradinhas.

Aqui em casa tem uma farinheira, e quando não tem farinha, eu apelo para a família, amigas lá do Brasil, já comprei até farinha de Gana, mas não posso ficar sem farinha.

10 Comente aqui:

Anônimo disse...

Amiga a minha é em inox. Não consigo comer sem pelo menos botar um cui de farinha no meu prato. Isto é fato! Sônia

Creuza Miranda disse...

Muito bom isso,já teve situações que a farinha era o prato principal, matou muitas fomes,em épocas difíceis, era acessíveis a todos,mais hoje nem todos podem ter ,mais realmente não falta em uma mesa de Amazonense.

Rosângela da Luz Matos disse...

Nas casas do Sul do Brasil também tem farinheira. Mas lá a farinha é acompanhamento do churrasco de domingo.
No dia a dia, só no inverno come-se farinha. Mas aí não farinha é farofa.
Nos dias de frio, com couve, feijão, ovo e com outras comidas que aqueçam.
Aqui no nordeste come-se farinha como vc diz e na Bahia eles se gabam de ter a melhor farinha da região, da cidade de Nazaré das Farinhas.
E é ótima. Eu mesma gosto muito.
Salve a farinha e as farinheiras.

pisa aqui pisa ali disse...

Sabe de quem lembrei? Da mamãe, não pode ver uma farinheira em cima da mesa.

Rosivone disse...

Mas devo dizer caríssima irmã que a farinha da sua nobre casa não é das melhores, muito fina!! Boa é a farinha baguda!

Anônimo disse...

Que saudade enorme de Belém! <3
É verdade, tem sempre uma farinheirae como é bom pegar uma colher, de vez em quando, e se deliciar com um pouquinho de farinha!
Ro, eu improvisei uma farinheira aqui... :)
Beijos! Claudia

sandra torres disse...

Que bem precioso é essa farinha, seja da baguda ou farofa, em casa todas nenhuma delas pode faltar. Teu sobrinho então, almoça farofa com comida...rsrsrsr

sandra torres disse...

Que bem precioso é essa farinha, seja da baguda ou farofa, em casa todas nenhuma delas pode faltar. Teu sobrinho então, almoça farofa com comida...rsrsrsr

Flavio Valente disse...

Pois eu prefiro farinha torradinha, tipo carioca, ou então uma boa farofa, que eu adoro comer no pão com uma boa pimenta, ou de colherada.

Suely Linhares disse...

Amiga querida amanha estarei voltando para casa e na segunda mando pelos Correios a farinha baguda...rs a de farofa e claro a farinha de tapioca e claro o doce de cupuaçu kkkk
Bjss