24 de jun de 2014

Eu conheci a Rose Marie Muraro em Macapá

Eu tive a honra de sentar no lado da Rose Marie em um evento em Macapá.
Foi em um auditório no Centro de Convenções de Macapá.
Ela foi fazer uma palestra, e estava sentada bem na frente. Eu cheguei e sentei na 3ª fila, mas eu vi uma amiga que estava em pé conversando com a Rose Marie, aí eu levantei e fui cumprimentar minha amiga. Eu não tinha reconhecido a Rose Marie.
Minha amiga me apresentou a Rose e pediu que eu sentasse do lado dela, pois ela tinha que resolver assuntos dos bastidores. Eu sentei, conversamos sobre Macapá, e advinha o outro assunto? Comida amapaense.
Logo depois ela foi chamada para a palestra.
E eu nem bati foto, uma pena.

Peguei esta frase no blog da Lola, é da Rose Marie Muraro, que faleceu dia 21 de junho de 2014.
"Sou uma maluquete. Gostei muito do que fiz. E ainda produzo porque só assim a minha vida faz sentido. No dia em que eu parar, morro".
Achei tão interessante.
Uma vez, uma amiga me perguntou como eu conseguia dar conta de fazer quimioterapia, o doutorado, escrever no blog, participar de outras redes sociais e ainda achar tempo para encontrar amig@s, sair e me divertir.
Eu disse quase a mesma coisa:
Eu não sei como dou conta, mas no dia que eu parar, é porque eu morri!

1 Comente aqui:

Anônimo disse...

Isso mesmo, Ro.

Fiquei emocionada <3

Beijos,
Claudia