14 de ago de 2013

Aveiro e Ilha de Jacinto

Oitavo dia de férias
Deidimos ficar de flozô no apartamento e organizar algumas coisas.Mas isso só dourou alguns minutos.
Flavio queria comer vieiras, então fomos ao Mercado de Peixe. Lá não havia vieiras e nem outros mariscos, só peixe e polvo.
Flavio optou pelo peixe, compramos duas postas enormes, e ele mesmo preparou  ¨à gosto da freguesa¨.

No final da tarde recemos uma chamado importante.
Devíamos ir encontrar nossos amigo por volta das19hs na casa deles. Iríamos de carro conhecer a horta coletiva que eles possuem. 
Na horta, colhemos feijões, abobrinha,  tomates, manjericão e hortelã.

Depois, pegamos uma balsa e fomos para Ilha de Jacinto.
Deu tempo de ir a praia do Torreiro e ver o astro rei se recolhendo magnigicamente. 
Ventava muito e fazia frio.

Depois fomos jantar em uma peixaria. Tivemos que esperar por uma hora, pois estava lotada.
Claro que a espera vale a pena: comemos este peixe assado de brasa. Calma, eu sei que é enorme, mas éramos 5 pessoas e uma criança.
Na barriga de gulosos, digo minha e do Flavio, sobrou espaço para provar as ¨Natas do Céus¨, só digo uma coisa: pense em um trem bom...

1 Comente aqui:

Anônimo disse...

Tava indo tudo muito bem até que vi a foto das "natas do céu". Não me convenceu. Parece um bolinho de clara de ovo crua com a gema em cima. Fico firme com o pastel de Belem! Não tem igual.
Katia