19 de mai de 2013

A linda Heidelberg

Quero te convidar para visitar uma cidade linda, romântica e que ainda guarda, na cidade velha, a arquitetura medieval. Esta cidade chama-se Heidelberg.

Para conhecer Heidelberg, pronuncia-se Raidelbergue, é preciso um certo tempo, alguns anos talvez, mas se for só para uma visita, alguns dias ou uma semana serão o suficiente.
Vou começar pelos principais pontos turísticos no centro da cidade.

1- Bismarkplatz (Praça do Bismark)- é aqui a parada principal dos bondes e ônibus para quem vai fazer compras e para quem quer ir para a cidade velha.
Bismark foi o estadista mais importante da Alemanha do século XIX. Ele tinha sede de poder e de autoritarismo.

2- Hauptstrasse - é o nome da rua principal do centro da cidade. A rua é para pedestres, e só passam carros quando autorizados pela prefeitura. Há muito o que vê nesta rua, comer e beber também!
Há muitas lojas, restaurantes, cafés, cinemas e museus.

3- Museus - temos muito museus, e os preços são convidativos. Mas eu só vou falar de alguns, ok?
          Deutsches Verpackungsmuseum, Museu Alemão da Embalagem. Este Museu fica meio escondidinho, mas é ali na Hauptstrasse, e passa até desapercebido para quem não tem conhecimento dele. É um Museu pequeno, mas muito interessante com muitas embalagens antigas para se ver. Gosto muito.
            Kurpfälzisches Museum im Plais Morass,  o Museu do Palatino abriga uma coleção de arte de 1700 e também uma parte arqueológica, que inclui uma cópia do famoso Homo erectus Heidelbergensis. Vale a pena.
           Universitätsmuseum, Museu da Universidade, este museu conta a história da universidade, que é a mais antiga da Alemanha, desde sua fundação até os dias atuais. Incluindo a história da revolução dos estudantes em 1968, com fotos. É muito interessante.    
          StudentenKarzer, Prisão dos Estudantes, é um apêndice do Museu da Universidade. Era uma prisão, de 1700 até pouco depois de 1900. Os estudantes que faziam bagunça, desrespeitavam professores ou faziam outras transgressões ficavam dias na prisão à pão e água. É um museu bem pequeno, não fica na Hauptstrasse, mas vale a pena ir a sua procura e ver as gravuras e celas ondes os estudantes ficavam.
Deutsches Apothekenmuseum, Museu da Farmácia, fica localizado dentro do Castelo de Heidelberg. Uma vez dentro do Castelo vale a pena ir lá, pois é de graça. Esse museu é muito bom também.

Existem mais museus, e todos merecem ser visitados, mas por ora, chega né?!

4- Restaurantes, Cafés, Bares, são muitos e nenhum deles está patrocinando este blog, então só posso reforçar que ao longo da Hauptstrasse existem muitos locais para comer e beber, seja comida alemã ou internacional, cerveja, café, entre outros. Mas se você não vive aqui, acho que vale a pena experimentar comida alemã. Por exemplo:
- Schnitzel ¨Wiener Art¨ - tipo filé de porco empanado
- Gulasch - prato húngaro, mas comum por aqui. Carne ensopada com pimentão
- Maultaschen - esse prato eu não sei explicar muito bem, mas é uma massa (tipo raviole) recheada.
- Flammkuchen - pizza bem fininha, leve e deliciosa.
- Hausemacherwurst - salsicha da casa, aí você vai encontrar todo o tipo de salsicha (Wurst). Tem da branca, vermelha, com molho, sem molho...etc. São deliciosas!

Para quem NÃO come carne ou é vegetariano, tem muitas opções também.
Geralmente há cardápios em alemão e inglês nos restaurantes.

A comida de rua, é o Kebab, Donner, pizza, sanduíches gelados de peixe, carne, queijo, salame ou outro embutido. O Bretzel, tipo um pão, é uma delícia.

Para quem gosta de cerveja, aqui é o paraíso. São mais de 5.000 tipos. O bom, é ir numa cervejaria e ir experimentando as  diversas cervejas caseiras, mas vá com calma, algumas têm alto teor alcóolico!

Café, chá, chocolate, cappuccino e etc, são muito bons.

Os doces também são ótimos, e não são tão doces como no Brasil. A torta alemã mais famosa no Brasil é a Apfelstrudel (Torta de Maçã), é supimpa.

5- A Cidade Velha em si. Aqui há muito o que se ver. As igrejas, a Universidade e sua Biblioteca, o Hotel Ritter (o único prédio que resistiu ao grande incêndio e as guerras), praças, e saindo da Hauptstrasse, à esquerda em direção ao Rio, a Ponte Velha.
Na Ponte Velha, temos uma das vistas mais bonitas do Castelo, do Rio, da cidade, e da casa Max Weber, onde o filósofo morou quando aqui esteve.

E por último, mas não menos importante, o imponente:

6- Castelo de Heidelberg, lá você vai precisar de no mínimo três horas.Eu já postei sobre o Castelo aqui.
Para entrar lá, é preciso subir um morro, mas não se preocupe, se você não quiser ir a pé, é possível ir de bondinho.
Você pode comprar o ingresso para entrar no Castelo com inclusão do bondinho ou ir a pé e comprar o ingresso na entrada.
O Castelo de Heidelberg foi destruído várias vezes, por isso, hoje só restam as ruínas, mas ele é muito imponente...
Ao entrar lá, você começa pelo pátio do castelo, depois à esquerda tem um Café/Bar, onde você pode beber alguma coisa. E lá você vê o grande barril, onde era recolhido o vinho como imposto na época do Príncipe.
Saindo do bar, à esquerda, você pode ir para a outra parte do pátio, onde é possível ter uma visão da cidade velha, da ponte e do Rio Neckar. É lindo!
Dentro do Castelo tem o Museu da Farmácia, que já falei acima.
É possível fazer uma visita guiada na parte interna do Castelo, o preço é à parte e a visita acontece com hora marcada.
Saindo do Castelo, vá visitar o Jardim. Tem uma grande área, com bancos e árvores que fazem sombras e nos convidam para um descanso breve, um piquenique ou um chamego gostoso.

Qual é a melhor época para visitar Heidelberg? Acho que de maio a setembro, mas Heidelberg é tão linda que você pode vir em qualquer época do ano.
Não esqueça de trazer peça muito importante na sua mala: um sapato confortável, porque aqui anda-se muito.

Essa é só um pouquinho da minha linda Heidelberg. O que você está esperando? Venha!

6 Comente aqui:

Allan Robert P. J. disse...

Ok, você me convenceu. Vou adicionar Heidelberg na minha lista de lugares a visitar.

:)

Roseane Viana disse...

Se eu convenci você, eu ainda ei de convencer outras pessoas. Allan Robert :)

Veneide disse...

Puxa, Rô, mt obrigada!Agora sim: temos um guia completo. Ainda mais feito por minha conterrânea, rsrs. Estamos indo, estamos indo.
Bjs no coração.
Veneide

Rosivone disse...

Eu recomendo!!! Hoje mesmo eu falei para o Wendel de Heidelberg!! Eu vou voltar com certeza e quem sabe com a Sofia!!

Elaine Pasquim disse...

Queria ir no museu da farmácia!! Bjs

MapiSilva disse...

Estive em Heidelberg e fiquei encantada! Pena que permaneci apenas 1 dia, mas, pretendo voltar e recomendo a todos.