24 de fev de 2013

Estou em Daca, Bangladesh

Bangladesh é um pouco maior do que o estado brasileiro do Amapá, mas o número de habitantes é, aproximadamente, 220 vezes maior.
Fonte: Wikipédia

Estou vivendo uma experiência única, e eu penso que precisava passar por isso.
Eu sinto que eu tinha que visitar um país moderamente mulçumano.

Estou usando o computador do maridón, no momento em que ele está participando de uma reuniäo e o pc ficou livre, por isso a escrita vai ser curta, e espero poder escrever mais sobre essa viagem quando eu voltar para Heidelberg. 

O que eu já escrevi no facebook:
A viagem foi longa e cansativa. To em um lugar incrível, näo é bonito, mas tem muita cultura. Observacoes rápidas: homens andam de maos dada, de saia (para minha surpresa, eles preferem pedalar de saia), e eles säo desnutridos. :(Aqui tem roupas lindas e muita pimenta. Tiraram uma foto minha com o Flavio fingindo que estámos lendo um livro, na Feira de Livros daqui. Um rinconcheur riquixá passou em cima do meu pé.E eu estou com muita vontade de comer comida de rua, mas com muito medo por conta da colostomia. Este é um resumo do resumo.Onde estou?
Eu fico impressionada quando encontro pessoas de diferentes paises e ao me apresentar e digo que sou do Brasil, logo as pessoas falam: ah Brasil, Lula...Se houvesse eleicäo para presidente da terra acho que Lula ganharia facilmente.
 Quando voltar para Heidelberg, ainda quero escrever noblog sobre:- minha dieta a base de päo, arroz e frutas em Dhaka, alguém consegue advinhar o motivo?- o dia nacional da língua materna em Bangladesh
 Nesse momento tá acontecendo um protesto contra o movimento pelo dia nacional da lingua materna. Estou no hotel vendo a confusäo de manifestantes, policiais e pessoas nas ruas e lendo as notícias no tweet.
 Hoje tem greve dos trabalhadores aqui em Dhaka. Estamos no hotel. Fomos aconselhados a ficar por aqui mesmo. Os últimos dias estäo marcados pela intensa manifestacäo islamica dos radicais e dos liberais. A dos radicais é mais violenta e com muita repressäo.Eu näo sei o que aparece na midia no Brasil e em outros países. Mas só posso dizer que apesar do medo, a experiência de visitar um país como este é única, e eu tinha que passar por isso.Meu slogan é: Sou a favor de todo choque cultural ♥ ♥

3 Comente aqui:

Inaie disse...

Eu também sou!!! Vá visitar um pais totalmente muçulmano! Eu recomendo um dos paises do Golfo. Vá me visitar.

Celia disse...

Posso mesmo imaginar a diferenca de cultura e hábitos. É isso que faz uma viagem ficar rica; é o que vemos e aprendemos com relacao a outros paises. Vou esperar o relato maior depois. Bj

Nennafalchi disse...

Olá!

Me chamo Nenna Falchi e cheguei até você através do link no blog Carta da Itália, do Allan, de quem eu e meu marido somos fãs de carteirinha. E é sobre o Allan que gostaria de falar. Não conhecemos ele pessoalmente e não sei o grau de amizade de vocês, só sei que abri todos os links no blog dele para fazer esse pedido.

Se você conhece o Allan, sabe que ele não é apenas o blogueiro mais zen da blogosfera, mas uma pessoa "naif", gentil, disponível e sempre pronto a colaborar. Acompanhei o engajamento dele em causas - sempre nobres - de gente que ele nunca viu nem tinha ouvido falar. Ele sempre ajuda quem precisa sem esperar e sem receber nada em troca. O Allan é assim.

Pois agora chegou o momento dos amigos, conhecidos e blogueiros do bem ajudarem o Allan. Você provavelmente sabe que ele finalmente publicou o livro que tinha escrito há anos. Sugeri que ele pedisse aos amigos e que divulgasse no blog dele o lançamento do livro. O looongo e.mail que recebi de volta era educado, diplomático e vago: "...não tenho ideia de como divulgar o livro. Aceito sugestões. Estou providenciando um post e ainda não decidi se e como pedir colaboração, mas vc será a primeira a saber. :)" Já repararam que ele sempre termina com um smile? Compramos o livro e rimos muito. Não vai revolucionar a literatura, mas o livro é divertido, bem escrito e foi revisado, coisa qua o Allan declaradamente não gosta de fazer. rss


Decidi então fazer um pedido a todo mundo linkado no blog dele: Vamos promover o livro "Carta da Itália".

No dia 11 de março, uma segunda-feira, faça um post ou uma nota no seu blog ou site, falando sobre o livro com o link da editora:
https://www.clubedeautores.com.br/book/141356--Carta_da_Italia

Faça o mesmo no Twitter, Facebook e outras midias sociais (#carta_da_italia_agora_em_livro). Peça aos amigos para multiplicar, principalmente a quem tiver muitos seguidores. Vamos criar um viral! Não conte ao Allan, deve ser uma surpresa.


Posso contar com você?

Obrigada,

Nenna Falchi
nennafalchi@gmail.com