22 de mai de 2012

Cabelos & Quimoterapia

Várias pessoas me dizem que ficaram admiradas por ter me despojado da vaidade ao assumir e expor aqui que tenho câncer de ovário.
Eu discordo, eu acho que foi mais uma questão de coragem e do que perda da vaidade. Eu já falei aqui sobre vaidade.Mas não quero escrever sobre isso novamente, e nem sobre a coragem de expor a minha luta contra o câncer publicamente. Pelo menos, hoje não.
Eu quero falar sobre a queda de cabelos e processo de tratamento do câncer.


Quando eu recebi o diagnóstico do câncer (já falei disso aqui), o meu médico falou que o meu cabelo ia cair. Isso era parte do tratamento para a cura do câncer.
Eu não estava muito preocupada ou triste com a queda de cabelo. A única preocupação era quando eu ia poder retomar minha atividades normais, ou seja quando eu ia ficar boa. Mas, isso eles não puderam confirmar.
Eu não vou negar, eu tive 2 momentos de choro durante o pós-operatório.
O primeiro, foram apenas discretas lágrimas que caíram quando o dia amanheceu e eu ainda estava deitada.
Na segunda vez, eu chorei muito, eu solucei, e foi no  abraço da enfermeira alemã que encontrei um certo conforto.
Então após o choro, eu passei a aceitar o câncer e lutar contra ele.

Chorar não ajudaria muito. Lamentar pior ainda. O passado não volta, o futuro ainda tá longe, decidi escrever sobre o assunto no blog. Também decidi cortar o cabelo, que estava um pouco longo. Neste post aqui, eu contei como nem se quer fechei os olhos, quanto mais, guardei uma mecha do longo cabelo.
Foi uma decisão bem tomada. Gostei muito do resultado e me achei linda. Curtir muito meus cabelos curtinhos.

Quando eu comecei a quimioterapia, os cabelos ainda demoraram para começar a cair (+ ou - 2 semanas). De repente,começou a cair muito. Foi quando decidi comprar uma peruca.
Detalhe: aqui meu seguro de saúde paga a peruca até um certo valor.

Por sugestão da moça que vende perucas, deixei ela passar a máquina na minha cabeça. Mais uma vez não fechei os olhos.
Quando ela terminou, eu gostei.  Eu me achei bem bonita de cabelo batidinho. Aqui tem fotos.

Depois de uns 3 dias, meus cabelos caíram mais e mais, mas não perdi totalmente os cabelos, ainda tenho. Estou quase careca. Qualquer dia vou mostrar aqui.
Não tenho vergonha de ficar sem lenço ou peruca (talvez seja uma falta de vaidade). Inclusive muita gente já me viu quase careca, pois só uso lenço para sair de casa ou quando recebo visitas, e a peruca só usei uma vez.

Quem me viu quase careca, a família e amig@s, acharam que fiquei com cara de bebê, o Flavio também pensa assim. Eu me acho com cara de punk e bem bonita :)
Tudo isso foi só para dizer que não fiquei triste ou deprimida com a perda dos cabelos, acredito que vai voltar a crescer. A queda é apenas uma consequência do tratamento e a única coisa que eu quero é ficar curada, com ou sem cabelo!



7 Comente aqui:

Nora Borges disse...

Minha bonita, eu vi um negócio lindo numa loja e queria comprar pra te mandar. Fui toda contente comprar, mas descobri que era muito caro. Demais de caro. Um roubo mesmo. Estou procurando em outras lojas mais ainda nao encontrei. Assim que achar vou te mandar pra vc arrasar nos nós da cabeça.
um beijo.

Celia disse...

Vc está certa minha amiga; a perda do cabelo nao é nada. O importante é vc ficar boa e vc vai ficar. Os cabelos crescem novamente. Beijo.

Milton T disse...

Não sabia Roseane, estou há tempos sem blogar. Seu otimismo é contagiante, mostra que é uma mulher forte, qu luta e vence.

Os cabelos, assim como a saúde 100% logo retornam com tudo, aguarde um pouco e verá

Torço por você e tenha fé que ficará curada

=)

Camila disse...

Rô, te vi de cabelos cortados e depois, bem curtinhos. Vc é linda por dentro, por fora, com ou sem cabelos.

Anezinha disse...

Rô.
sempre que posso leio vc e estou acompanhando sua luta, sou sua fã,desde sempre,
bjs

muita saúde,

da Rô daqui do Pará

Luma Rosa disse...

Quem fala em vaidade não entende qual é a prioridade e nunca passou por tal situação. Achei que você ficou ótima com cabelo batidinho, com carinha de menininha sapeca mesmo! E se vai ficar um tempo sem cabelo, ele cresce novamente! Tenho um uó de gente que quebra a unha e fica triste!! Ah, acho que você entende do que estou falando!! Beijus,

Allan Robert P. J. disse...

Acredito que sua atitude sirva de exemplo. Um bom exemplo.