19 de abr de 2012

A 1ª eleitora no Brasil e as presidentas

Em tempos de mulher no comando, seja do Governo Brasileiro, seja no Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, vale a pena resgatar na história da eleição brasileira, quem foi a 1ª mulher a votar no Brasil. E para minha agradável surpresa, ela tinha o mesmo sobrenome que o meu, VIANA.

A primeira mulher a votar no Brasil foi Celina Guimarães Viana, professora em Mossoró.
Consta nos documentos oficiais de despacho eleitoral, segundo Wikipédia:
¨Tendo a requerente satisfeito as exigências da lei para ser eleitora, mando que inclua-se nas listas de eleitores. Mossoró, 25 de novembro de 1927¨.
No discurso da eleitora, é possível ver que ela nem se reconhecia como portadora de direitos, pois tudo foi articulado pelo marido:
Eu não fiz nada! Tudo foi obra de meu marido, que empolgou-se na campanha de participação da mulher na política brasileira e, para ser coerente, começou com a dele, levando meu nome de roldão.
E assim Celina Guimarães Viana entrou para a história.

Dilma Roussef, a primeira presidenta eleita do Brasil, também foi indicação de um homem, mas eleita pelo povo.

Maria Emilia Pacheco, a primeira presidenta do CONSEA, pelo que sei, foi indicação de um fórum composto por homens e mulheres.

E assim caminha a humanidade...

Como eu já li por aí: Lugar de mulher é na presidência!

2 Comente aqui:

Elaine Pasquim disse...

Legal demais!!!!
Muito orgulho em ter a Maria Emília como presidenta!! É com enorme satisfação poder vê-la a frente deste conselho tão importante para a nossa população! A-DO-REI!!!!!!!!!!!!

Fernanda disse...

Concordo! Está visto o que fizeram os homens ao mundo!
Está mais que na hora das mulheres tomarem as rédeas e provarem de que matéria são feitas.

Beijinhos