26 de jun de 2010

Para além da Africa do Sul - o que está em jogo na copa?

Tenho pensado tantas coisas desde o jogo do Brasil e Costa do Marfim e queria escrever um pouquinho sobre isso.
Então acho que meu post poderá ter muitas frases desconectadas com indagações e/ou sem respostas, mas também um desabafo de uma pessoa que não entende muito de futebol, e aqui entre nós, só assiste o jogo na época da copa e quando o Brasil joga.

Por favor não leve nada para o lado pessoal daqui por diante.

A copa do mundo na Africa do Sul
Zacumi, mascote da copa 2010 é uma graça. É um leopardo. Onde eu li diz que representa a geografia, o povo e o espírito da Africa do Sul. Aqui tá a fonte.

Me diga, toda copa sempre tem um mascote, não é?. E o mascote, é sempre masculino ou não?
Eu não gosto muito de futebol, mas não acho que isso seja porque sou mulher. Minha irmã por exemplo, adora.
Assim como em outros setores, no futebol as mulheres estão sempre representadas desigualmente.
Se no estádio o sexo masculino está mais presente, é nas propagandas que as mulheres de se destacam, é de forma desleal, porque a sociedade ainda é dominada pelo homem.
Os corpos femininos são usados para vender ingressos, cervejas, passagens, comida e sexo. Os comerciais na época da copa ainda são ainda mais abusivos contra a imagem feminina.

Navegando por aí...vejo comentários machistas, sexistas e racistas publicados por homens e mulheres. Sem contar com incetivo a violência na hora do jogo.
Me pergunto, mas o objetivo de copas e olímpiadas não é de confraternização e promoção da paz entre os países, por que isso?
É em um simples comentário ou na (des)empolgação do jogo, que as pessoas expressão homofobias, machismos, sexismos, racismos e diversos tipos de preconceitos e estereótipos.

Alguns exemplos desse tipo de comentário extraídos durante os jogos do Brasil.

Caso Kaká:
O jogador se exaltou no jogo contra Costa do Marfim no dia 20.06, cometeu várias faltas e foi expulso.
Eu li por aí, muita gente criticando o juíz, mas o que mais me chamou a atenção foram as críticas sobre a religião de Kaká e a masculinidade dele.
Li algo assim "agora sim Kaká mostrou que é macho" ou em relação a religião "o diabo veste pele de cordeiro"
A religião e a opção sexual de Kaká não deveria ser exaltada pelo ato de violência do jogador.
Futebol é arte, e não um ringue, esporte que por sinal não vejo graça nenhuma também.

Caso Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo é um dos jogadores mais bem pagos do mundo. Já ganhou vários prêmios. Penso que deve ser um bom jogador.
Cristiano Ronaldo é um metrosexual assumido. Se ele é ou não homosexual, não é da minha conta e nem diminui ou aumenta o talento dele.
Mas a sexualidade é posta em campo porque ele é vaidoso. Ele gosta de se cuidar, se preocupa muito com a aparência dele. Mas, e daí? Só porque ele é homem ou jogador de futebol que ele não pode se cuidar?
Pô, o cara tem dinheiro, ele pode bancar o que ele quer, além de ser fruto do trabalho dele.
Por que ele tem que ser criticado por isso?
Enquanto ele não abusar da violência ou do poder para obter ganhos pessoais e financeiros, por que não deixar o cara pra lá? Afinal o corpo, o cabelo, a sombrancelha é dele...


Esses são apenas alguns exemplos de comentários preconceituosos que eu li por aí...mas tem muitos mais.


Mas, tem boas iniciativas também. Por exemplo:
Recebi um email com o título "Quem é Didier Drogba?". Li tudo e me encantei por ele.
Até o jogo do Brasil e Costa do Marfim  nunca tinha ouvido falar no Drogba.Eu descobri que Kofi Anan e Didier Drogba lançaram um guia alternativo para a copa do mundo.

O guia mostra dados estatístico usando indicadores de desenvolvimento socio-econômico, empoderamento de mulheres e de governabilidade. E ainda mostra pontos chaves para melhorar as condições sociais dos países ilustrado em uma lousa ou quadro escolar, com o desenho de um campo de futebol. Isso sim é que é bela jogada!!

Eu conferi os dados que comparam Brasil e Costa do Marfim, e digo são muitos interessantes.
Para quem se interessar em ler o guia, está em inglês  com o nome de Scoring for Africa, an alternative guide to the world cup 2010 e está disponível neste websíte:
http://www.africaprogresspanel.org/worldcup/

Quem merece ganhar essa copa?
Torço muito para o Brasil, mas...eu adoraria que Gana ganhasse.

E você o que pensa disso tudo?

11 Comente aqui:

Ane disse...

Ei Rô,concordo com vc!Ninguém precisa ser violento pra ser macho e ninguém precisa ter sangue de barata porque é de determinada religião,neste caso o bom senso deve prevalecer.Naquele dia os jogadores de Costa do Marfim estavam abusando de jogadas violentas,ninguém aguenta isso sem fazer ou dizer nada.Drogba não estava entre estes e é louvável a iniciativa dele e de Kofi Anan.Gana acabou de fazer 2x1,também estou torcendo por eles!

Ivana disse...

Rô, li teu post enquanto o jogo EUAxGANA finaliza com a vitória de Gana! Eu estava torcendo por Gana mesmo! Mas é sempre muito triste pra mim, ver a reação do time que perde, sem nenhuma chance, já que agora o time dos EUA voltam pra casa. Me dá um aperto de ver estes homens derrotados e suas reações: choro, decepção, apatia.
Quanto ao que colocastes no posto, concordo contigo! Não entendo por que tanta violência no futebol de uma copa e, na verdade, penso que a intolerância está presente sempre, não tem essa de "espirito olimpico" não. Inclusive a violência contra a religião, o sexo, a mulher, enfim. Disso não tem como escapar. Tem jeito? Acho que não.
Beijo!

Zany Vasconcelos disse...

Ro, eu não tenho nenhuma paciência pra assistir qualquer partida de futebol que seja,mas com a tv ligada enquanto navego na net, não tem como se desligar. Então no jogo de hoje, fiquei escutando e torcendo pra Gana ganhar(olha o trocadilho) pela história de vida do povo africano.Bjs amiga!!

Allan Robert P. J. disse...

Rô,
Há muito o futebol deixou de ser simplesmente um esporte. É um evento social, onde milhões de pessoas pobres tem a possibilidade de dividir um sonho, uma esperança e comungar um espírito de soriedariedade que some no dia-a-dia. Mas é, também, uma máquina de fazer dinheiro. Até hoje tenho a impressão de que a copa de 98 foi decidida pela Nike, com aquela final Brasil x França que não convenceu ninguém.
Quanto dinheiro gira em torno de um evento como esse? É uma oportunidade de fazer a empresa dar um salto de produtividade que pode definir o futuro dela. Ou levá-la a falir.

Mas acho, também, que tem muito jogo político nesse esporte. Torço e vibro durante o jogo, mas evito as armadilhas do marketing montadas para aproveitar toda essa euforia que acontece antes e durante a copa. Saia hoje e veja o preço de uma tv qualquer na loja mais perto. Volte para conferir o preço daqui a um mês e você vai se assustar.

Pra frente Brasil! :)

Lislene Neri disse...

Estamos em plena festa junina, hum!!!!!!!! cada gostosura, as roupas da miss caipira de cada quadrilha sempre tem algo verde e amarelo, adivinha por quê?bjs

Anunciação disse...

Sou louca por futebol,desde criança escutando no radinho;independente de ser mulher ou não,todos e todas têm direito de ter seus gostos,né?Sobe o Kaka concordo,mesmo pq ele realmente não fez a falta;se olhar o lance vai ver,claramente e o juiz se deixou levar pela encenação.O Cristiano Ronaldo,pensamento meu,tem o direito de ser vaidoso,e ele o é,e no meu entender extremamente vaidoso e por isso se torna alvo de brincadeira até mesmo das pessoas que o admiram como jogador.E a violência no futebol está cada vez maior pelo mesmo motivo da vida cá fora:impunidade;árbitros que não são rigorosos em punir com advertência,cartão amarelo e vermelho,o atleta violento contumaz;tanto que juizes rigorosos conhecidos conduzem partidas com facilidade pq os brucutus sabem que serão punidos.Falta melhorar muito isso e espero que a FIFA,sempre muito lerda e conservadora em mudar,seja mais atuante nesse ponto a cada copa.E desculpe o "discurso",me empolguei.

Paula disse...

porque copas e olímpiadas já deixaram a muito tempo de ser confraternização e promoção da paz entre os países para se tornarem puras máquinas de dinheiro!

Infelizmente a homosexualidade ainda é um tabu enorma no futebol. Existem vários jogadores homosexuais mas eles nunca se assumirão, uma pena.

Gostei desse guia alternativo, vou postar lá no meu blog também, ok?

Fernanda disse...

Gana?! Porquê o Gana?

Ainda não vi um jogo. Não gosto de futebol, mas quando Portugal joga fico mais atenta, aos barulhos na rua, heheheheh...

Tens toda a razão, quanto ás publicidades, Rô; às vezes vejo pubs, onde não faz sentido algum ver ali uma mulher ( a vender a ideia de sexo) com um produto que não tem nada a ver!

Sim, o que têm as pessoas a ver com as opções sexuais e religiosas dos outros, neste caso, jogadores?!
É um nível de intolerância muito grande...

Boa semana!
Bjossssss

Lu Souza Brito disse...

Oi Rô,

Acho que as pessoas confundem muito as coisas e a partir dai gera a violencia nos campos, torcidas, etc.
Sou mulher e sempre adorei futebol (em casa todas gostam, inclusive minha mãe).
Kaká nao precisa ser tonto por ser evangelico e não precisa ser agressivo para provar que é homem. Quanta idiotice. Aliás ele nao tem que provar nada a ninguém, isso ainda incomoda mais a as pessoas.
Cristiano Ronaldo é lindoooooo, acho ele o máximo. Homens criticam por pura inveja!

Mas estas e outras provocações vão tomando forma e tem gente que não tem nada a ver com a coisa e acaba se engalfinhando em um evento que deveria se de confraternização.
O que são as provocações de brasileiros x argentinos? Prova maior de violencia, desrespeito e falta de espírito esporivo não há.

Beijos

Camille disse...

Tambem torci por uma unica coisa nessa copa: para os povos africanos terem algum proveito com a festa toda. Que pobreza mais miseravel se vive ali e que contrastes de doido tb. Ms é pior que aqui e torço pela Africa cada vez maior.
Beijos, Cam

Lunna Guedes disse...

No caso do Kaká especificamente foi ele quem abriu a porta minha cara. Se não quisesse ser criticado, não levasse a público as suas escolhas pessoais. Eu não gritando para o mundo a minha crença, a minha fé porque não interessa a ninguém além de mim. Meu Deus não precisa de out door.
Mas no caso dele, começou com a bobagem dita pela mulher dele que gritou em alto e bom tom que Deus tinha dado dinheiro ao Real Madri para comprá-lo. Agora todos dizem o que querem, começando por perguntar "porque Deus não cura seus problemas?".
Fala o que quer, ouve-se o que não quer.
Enfim, não gosto dele e muito menos da forma como ele prega sua fé como se só o que ele segue fosse correto. Mas não interfere em nada na minha vida.
Bacio