18 de jun de 2008

O relativismo de Leonardo Boff

Há tempos que ando refletindo sobre a blogosfera.
Os blogs invadiram o mundo e transformaram a comunicação. Há vários tipos de blogs. Acho que os meus preferidos são aqueles que tem um toque pessoal, mesmo que seja de cunho jornalistísco.
Eu visito vários tipos de blogs e algumas vezes, tenho outra opinião sobre política, time esportivo, comida, religião e por aí vai. Eu respeito isso.
Adotei para a blogosfera o lema dos direitos humanos "somos diferentes, mas temos direitos iguais".
Ontem li este artigo "Do bom uso do relativismo", de Leonardo Boff, e comparei imediatamente com a blogosfera e com os direitos humanos.
Ele começa o artigo dizendo:
Hoje pela multimídia, imagens e gentes do mundo inteiro nos entram pelos telhados, portas e janelas e convivem conosco..................Há gente que, sem deixar de ser gente, é diferente.....................Tudo vale na medida em que mantém relação com os outros, respeitando-os em sua diferença.......Devemos fazer o bom uso do relativismo, inspirados na culinária. Há uma só culinária, a que prepara os alimentos humanos. Mas ela se concretiza em muitas formas, as várias cozinhas: a mineira, a nordestina, a japonesa, a chinesa, a mexicana e outras. Ninguém pode dizer que só uma é a verdadeira e gostosa e as outras não. Todas são gostosas do seu jeito e todas mostram a extraordinária versatilidade da arte culinária. Por que com a verdade deveria ser diferente?

Achei perfeito para minhas reflexões. Recomendo a leitura completa do artigo aqui.

0 Comente aqui: