10 de dez de 2007

10 de dezembro, dia dos Direitos Humanos

Esse dia foi criado para celebrar a Declaração Universal dos Direitos Humanos, assinada por vários países logo após a segunda guerra mundial, em 1948.

A Declaração Universal de Direitos Humanos reafirma os direitos básicos e as liberdades fundamentais que são inerentes a todos os seres humanos, sem distinção de raça, cor, sexo, idade, religião, opinião política, origem nacional ou social, ou qualquer outra.

Os DH são aqueles que os seres humanos possuem, única e exclusivamente, por terem nascidos e serem parte da humanidade.

Os Direitos Humanos representam a luta dos povos há milênios de anos pela equidade, dignidade, diversidade e liberdade.

O Direito Humano à Alimentação Adequada ( é um dos direitos e eu até diria, o meu prato preferido) só se realiza quando cada homem, mulher, criança...sozinho ou em companhia de outros tem acesso físico e econômico, ininterruptamente, à alimentação adequada ou aos meios para sua obtenção.

E ainda, não deve ser interpretado como um pacote mínimo de calorias, proteínas e outros nutrientes específicos, é importante consideras outras dimensões, como a cultura de cada povo.

Resgatando um dos maiores intelectuais brasileiros que trabalhou com o tema da fome, Josué de Castro, a fome e a má alimentação não são fenômenos naturais, mas sim sociais.

Portanto somente por meio de ações sociais e coletivas poderemos supera-los. Somente por meio da implantação progressiva de um modelo de desenvolvimento humano sustentável, tendo como um dos eixos centrais a promoção de políticas de Segurança Alimentar e Nutricional seremos capazes de transformar em realidade o Direito Humano à Alimentação Adequada para todas as pessoas.

Este texto é um resumo e faz parte de palestras que eu ministrava em eventos e capacitações sobre segurança alimentar e direitos humanos quando morava e trabalhava no Brasil.

Eu fiz a transcrição para participar da blogagem coleitva sobre os direitos humanos e não deixar esse dia passa em branco aqui.



0 Comente aqui: