2 de jun de 2007

Meu novo meio de transporte


Quando comecei a trabalhar depois de formada (1995), a primeira coisa que comprei foi uma bicicleta.

Lembro bem do dia. Eu fui com uma amiga em uma loja de eletrodomésticos lá em Macapá. Ela fez um crediário e compramos no crediário dela duas bicicletas.

Na loja não tinha nehuma bicicleta montada e eles iriam entregar em até uma semana, mas a ansiedade era tanto que resolvemos ir no depósito da loja que ficava em um bairro bem longe buscar pessoalmente a bicicleta.

Chegamos lá por volta do meio dia. Eles disseram que ainda iam montar a bicicleta e que se a gente quisesse esperar...a gente comentou "já que estamos aqui vamos esperar."

Esperamos mais de três horas, e sem tostão no bolso, contamos nossas moedinhas e compramos um refrigerante para tomar.

Lá pelas 4 horas da tarde as bicicletas estavam prontas e a gente voltou pra pedalando e eu quase desmaindo de fome.

Sempre gostei de andar de bicicleta, quando comprei meu carro ela ficou de escanteio...depois resolvi vender.

Aqui em Heidelberg é comum as pessoas andarem para tudo quanto é canto de bicicleta. Tudo é sinalizado, com pista para ciclista e tudo mais.

Decidi comprar uma bicicleta. O verão tá aí batendo na porta...e como não estou fazendo nenhuma atividade física, achei que seria bom pra mim.

Primeiro fui em lojas de bicicletas novas. Encontrei várias, cada uma mais linda que a outra, do jeito que queria, mas...o preço não era do jeito que queria.

Então fui em loja de bicicletas usadas...mas não gostei de nada.

Aí meu marido disse que perto do trabalho tinha uma loja de bicicletas usadas bem legal...e lá fui na Madame Velo.

A Madame Velo tem um visual bem diferente, pena que não bati foto. Mas já fui gostando de cara do jeitão da loja. Parecia uma oficina mas com uma propaganda super engraçada. E tem até síte...

Encontrei uma semi nova do jeitinho como queria, não foi barata, mas não resistir e comprei.

Voltei pedalando pra casa, senti um pouco de medo, há muitos anos não pedalava, especialmente em um lugar novo, onde é preciso conhecer as regras do trânsito.

Já estava na metade do caminho e resolvi subir e andar pela calçada. Aqui pode andar pela calçada se a rua for muito estreita e passar o bonde. Mas é preciso que tenha sinal indicando isso.

Eu subir na calçada sem ver nenhuma placa, mas havia estacionamento de bicicletas...então pensei "acho que posso..."

Na minha frente tinha uma senhora carregando uma sacolas. Minha bicicleta tem uma busina, que por sinal adorei e de vez em quando dava businada para escutar o "trin trin"...

Quando vi a senhora na minha frente, diminuir a marcha, sim ela tem cinco marchas, chic não?

A senhora não andava numa reta...eu não sabia bem o que fazer, se ia pela direita (mas eu tinha certeza que não podia) ou ia pela esquerda. Mas eu precisava ultrapassa-la...resolvir fazer o "trin trin" para ela sair da minha frente... pra que????

A mulher deve ter me xingado até o diabo dizer chega... Ela gritou um monte e eu fui pedalando mais rápido que pude...ainda bem que não entendi nadica de nada...eh eh eh..

Mas quando ia saindo da calçada, o sinal estava fechado para mim e eu não podia seguir em frente...aí eu pensei "é agora que ela me pega..." nem olhava para trás...aí o sinal abriu e eu saí pedalando nem vi se ela tava atrás de mim.

Aí cheguei em casa toda suada, sã (?), salva e feliz.
"Sou eu que te levo pelos parques a correr,
Te ajudo a crescer e em duas rodas deslizar.
Em cima de mim o mundo fica à sua mercê
Você roda em mim e o mundo embaixo de você.
Corpo ao vento, pensamento solto pelo ar,
Pra isso acontecer basta você me pedalar. " Toquinho

14 Comente aqui:

chantal disse...

Oi Roseane,

finalmente terminei minha tarefa..rsrs

Tô querendo comprar uma bici pra mim também, o único pró é que ainda sou aprendiz..hahahahahhaha...isso mesmo, não sei andar de bicicleta, pode?!

Vou dar uma olhada nesse site ;)

Que horas posso te ligar?

bjos

Maitê disse...

Eu adorava ter bicicleta. Mas agora morro em um lugar que não dá para ter. Minha cidade sempre teve muitas lombas, saca? Dai não era muito tranqüilo... Aproveite e dá para leva runs xingãos. Vc não entende, mesmo. Abs

zany disse...

Ro, muito bom o seu relato! Que aventura em terras germânicas hein! Fiquei imaginando que tipo de xingamento a velhinha vociferou pra você! Ainda bem que você não entendeu! Beijos e boas andanças na magrela por aí!

Erlen Matta disse...

Literalmente, matando dois coelhos com uma cajadada só... rsrs Nem precisa de academia... rs
beijo

webeatriz disse...

Aposto que as bicicletas foram compradas na Credilar! rsrsrsr
Ai tem sinal pra ciclista tem? . Aqui tem em uma única rua /esquina, mas é óbvio que não funciona, uma vez que, infelizmente, o povo=motoristas, não respeita!

DaniG. disse...

Eu ano passado queria comprar uma bicicleta no verao, dai so achei caras e desisti. Fiquei gravida e acabei comprando um carro... agora fiquei aqui pensando: qdo eu terei tempo de pensar em bicicleta com bebê pequeno ? Vc me lembrou desse assunto ja esquecido na minha memoria ! Pedalar é bom pra perder as calorias... ai ai, vai começar o drama de novo :)

Meire disse...

fiquei aqui imgainando vc na calçada e levando multa rs ou a velha correndoa tras de vc com um guarda chuva na mao rsrs

luma disse...

Sempre gostei de bicicletas. Andava muito e até fazia umas graças. Quando cresci parei de andar e um dia achei que pudesse muito fácil voltar aos velhos tempos.
Menina, faltou um equilíbrio danado e quase saí atropelando todo mundo à frente.
Mas você se saiu muito bem depois de tanto tempo!
Pratique bastante! Mas antes, tire a carteira. Aí deve precisar, ou apenas autorização?
Boa semana! Beijus

Ernâni Motta disse...

Rô, você me fez lembrar que a minha primeira bicicleta também comprei numa loja em Macapá, que acredito não exista mais. Mas, foi uma emoção indescritível sair pedalando, pelas ruas da cidade. Bom, mas,voltando à sua bicicleta, você é um luxo só, hein? Sair de Macapá para pedalar em Heidelberg não é para qualquer figura, não... rsrs. Um beijo e tenha uma ótima semana, pedalando, pedalando, pedalando sem parar... rsrs.

Ciça - Égua da Coluna disse...

manazinha bicicleta é tudo de bom nessa terra... quer dizer, na terra alema, na minha aqui faz raiva.

Beios

Denise Arcoverde disse...

Que inveja, RÔ, eu não sei andar de bicicleta, mas morro de vontade! acho um mistério se equilibrar naquela coisinha tão fininha :-)

Tô gostando de ver você se adaptando por aí, como te disse, vai dar tudo certo, você vai acabar gostando.

Beijo pra você e pro Flavio!

Ane disse...

Oi Roseane!Não sei andar de bicicleta...Vou colocar na minha lista de "Coisas que preciso aprender".Você tem razão quando diz que além de ser prazeroso a gente queima calorias!Um beijo!
(¯`·._.·[Ane]·._.·´¯)

Mi disse...

nem me fale em bicicletas...nunca fui muito chegada mas pela falta de condicionamento fisico resolvi radicalizar nesse verao: andar de bicicleta todo dia, ao inves de bonde ou carro. Ate agora to botando os bofes pra fora, mas nao desisto! hehe bjs!

Rui Luis Pratas disse...

Querem aprender a andar de bicicleta?

Olhem, é possivel em qualquer idade!!!

Link: www.pedalnature.com